Pesquisar
Close this search box.

Reorganize finanças em 2024: dicas para reduzir dívidas

Ibovespa hoje
Foto: Marcello Casal Jr./Ag. Brasil

A chegada do novo ano é uma oportunidade para muitas famílias repensarem suas finanças. Com o alto índice de endividamento relatado por diversas pesquisas, entender e reestruturar os orçamentos domésticos torna-se essencial.

Este guia fornece orientações fundamentais para quem busca melhorar sua saúde financeira e alcançar objetivos pessoais.

Entendendo e controlando gastos mensais

Primeiramente, é crucial calcular os gastos fixos mensais: aluguel, condomínio, contas de utilidade e outros compromissos regulares. Paralelamente, deve-se prestar atenção às despesas variáveis, que incluem gastos com roupas, restaurantes, e lazer. O acompanhamento desses gastos pode ser simplificado por meio de anotações detalhadas ou aplicativos de finanças, permitindo uma visão clara de onde o dinheiro está indo e identificando possíveis cortes.

Economize com inteligência

De fato, para economizar, é importante adotar estratégias como revisar e, se possível, reduzir planos de serviços contínuos como internet e telefone. O Idec sugere também comparar preços antes de adquirir bens e serviços e considerar o transporte público como uma alternativa econômica. Táticas de controle de consumo, como limitar o dinheiro levado em saídas para evitar gastos por impulso, também são recomendadas.

Defina metas financeiras claras

Depois de haver um entendimento claro dos gastos e das economias realizadas, é hora de estabelecer metas financeiras. Seja para uma viagem, um bem material ou uma aposentadoria tranquila, definir objetivos claros e realistas ajuda na motivação para continuar economizando e investindo. O planejamento deve incluir estratégias para poupança regular e opções de investimento que protejam o poder de compra, como a poupança e títulos de renda fixa.

Cuidados com o crédito e ferramentas de auxílio

Em relação ao crédito, o uso consciente é vital. É preciso cautela para usar ferramentas como o cheque especial, devido aos altos juros. Para quem está endividado, programas como o Desenrola podem oferecer uma oportunidade para renegociar dívidas e limpar o nome. O Idec disponibiliza recursos adicionais, incluindo dicas e planilhas para ajudar no acompanhamento do orçamento pessoal.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado