Pesquisar
Close this search box.

Febraban busca alternativas ao teto da taxa de juros no rotativo

Taxa de juros no rotativo
Foto: Emil Kalibradov/Unsplash

O cenário financeiro brasileiro passa por mudanças significativas com a nova regra que limita os juros da fatura no rotativo do cartão de crédito a 100%. Esta medida, já em vigor, busca aliviar o peso financeiro sobre os consumidores.

A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) aponta que a limitação atual da taxa de juros no rotativo é uma medida temporária. Portanto, não soluciona o problema estrutural dos altos juros. Com taxas que atingiram 450% ao ano, a Febraban defende uma discussão ampliada sobre alternativas viáveis.

Os bancos, representados pela Febraban, estão aumentando a articulação junto a legisladores e o Conselho Monetário Nacional. O objetivo é de encontrar soluções que beneficiem especialmente a população de renda mais baixa, indicando um futuro de negociações intensas e busca por equilíbrio.

Enquanto alguns setores defendem o parcelamento sem juros como uma prática saudável, a Febraban alerta para a criação de modelos abusivos que encorajam a inadimplência, buscando uma regulamentação mais rigorosa das práticas de financiamento. Aguardam-se novos capítulos desta disputa sobre a taxa de juros no rotativo.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado