Pessoas poderão valer US$ 1 bilhão, diz CEO do ChatGPT

Pessoas poderão valer US$ 1 bilhão, diz CEO do ChatGPT
Sam Altmam, CEO da OpenAI (Foto: Reprodução/X).

A visão de que apenas empresas podem alcançar avaliações bilionárias está sendo desafiada por Sam Altman, CEO da OpenAI. Em recente conversa com Alexis Ohanian, cofundador do Reddit, Altman propôs a ideia de que indivíduos, sem a necessidade de formar equipes, podem se valorizar em mais de US$ 1 bilhão, tornando-se o que ele denomina de “pessoa-unicórnio”. Esta noção, ainda que pareça fora do comum, já ganha espaço em discussões sobre o futuro do trabalho e da inovação.

A revista Fortune destacou este conceito, ressaltando que Altman aprova a possibilidade de uma nova era. Nela, o valor de mercado extraordinário não se restringe a startups, mas também se pode atribuir a pessoas. A ideia sugere um paradigma onde a contratação de equipes pode não ser essencial para o crescimento e sucesso financeiro de uma iniciativa.

Altman, liderando a OpenAI, empresa responsável pelo desenvolvimento do ChatGPT, reflete sobre o potencial inexplorado dos indivíduos em alcançar marcos financeiros históricos sem o suporte de uma equipe tradicional.

“No meu grupo de conversa com CEOs de tecnologia sempre há essa aposta de em que ano haverá a pessoa-empresa de US$ 1 bilhão”, falou Altamn. “Nós não poderíamos imaginar isso sem a inteligência artificial e agora isso está acontecendo”, completou.

O conceito de “pessoa-unicórnio” desafia a ideia de que apenas corporações podem atingir valorações bilionárias. Ele abre caminho para uma nova compreensão das possibilidades no empreendedorismo e inovação tecnológica.

Embora a ideia de “pessoa-unicórnio” possa parecer distante para muitos, as observações de Altman destacam uma visão futurista do mercado e do potencial humano. Elas incentivam a reflexão sobre as estruturas tradicionais de negócios e como podem evoluir no futuro próximo.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado