Pesquisar
Close this search box.

Falsa seguradora engana 100 mil clientes e fatura R$ 500 milhões

Falsa seguradora
(Foto: Gustavo Fring/Pexels)

A Polícia Federal (PF) intensificou sua luta contra as fraudes em seguros veiculares nesta terça-feira, ao executar cinco mandados de busca e apreensão. Esta ação faz parte da terceira fase da Operação Seguro Fake, visando uma empresa acusada de operar um esquema de seguros veiculares falsos, com um faturamento anual superior a R$ 500 milhões.

Localizada em Belo Horizonte, a APVS Brasil foi identificada como uma das maiores operadoras no mercado ilegal de seguros. A falta de autorização da Superintendência de Seguros Privados (Susep) coloca a empresa em violação direta das regulamentações do setor, operando sob a falsa denominação de associação de proteção veicular.

Clientes lesados relatam inúmeras dificuldades, desde a não indenização após sinistros até problemas para contatar a empresa. O Reclame Aqui, uma plataforma independente de queixas, registra 748 reclamações contra a seguradora, evidenciando a gravidade do problema.

A investigação estima que a empresa tenha afetado mais de 100 mil clientes e empregue cerca de 500 funcionários, com operações em todo o Brasil. A magnitude do esquema de fraude é acentuada pela descoberta de um complexo sistema de lavagem de dinheiro, onde os lucros eram dissimulados através de empresas satélites relacionadas à associação.

Os responsáveis pela seguradora ilegal enfrentam acusações sérias, incluindo lavagem de dinheiro, falsidade ideológica, crimes contra as relações de consumo e operação de instituição financeira sem autorização legal. As penas, se condenados, podem exceder 20 anos de prisão.

Esta operação marca um passo significativo no combate à fraude de seguros veiculares no Brasil, enfatizando a importância da vigilância regulatória e da proteção ao consumidor. A conclusão do inquérito pela PF e a subsequente oferta de denúncia pelo Ministério Público Federal prometem avanços na luta contra as operações ilegais no setor de seguros.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado