Pesquisar
Close this search box.
conteúdo patrocinado

Para a Indigo, estacionar em parques é uma realidade

Para a Indigo, estacionar em parques é uma realidade
(Foto: Kelly, Pexels).

A Indigo, uma empresa francesa conhecida pela vasta atuação no setor de estacionamentos, tem como objetivo expandir sua presença no mercado brasileiro. Com 304 mil vagas distribuídas em locais como shoppings, aeroportos, arenas de eventos e hospitais, a empresa agora volta seu olhar para os parques. A estratégia foi intensificada desde junho de 2022, após a fusão com a PareBem, intensificando a competição com a Estapar.

Em 2023, a Indigo alcançou uma receita de R$ 1,4 bilhão e operou 354 localidades, evidenciando o interesse em crescer no segmento de parques. A revelação do contrato recente com o Boulevard Encantado, em Encantado (RS), demonstra essa direção. Além da gestão de vagas, a Indigo promove serviços de mobilidade, reforçando a diversificação de portfólio.

Thiago Piovesan, CEO da Indigo no Brasil, enfatiza a importância desse segmento. Segundo ele, há um apetite crescente no mercado brasileiro por novos negócios e remodelações em parques, o que torna este foco estratégico para a empresa. Um estudo conduzido pela Associação Brasileira de Parques e Atrações (Adibra) e pelo Sistema Integrado de Parques e Atrações Turísticas (Sindepar) destaca a relevância do setor, indicando um fluxo anual de 89 milhões de visitantes e um investimento de R$ 9,6 bilhões em novos projetos de parques e atrações temáticas.

conteúdo patrocinado

A Indigo administra atualmente 10 mil vagas em parques públicos e temáticos no Brasil. Entre seus projetos estão a gestão de estacionamentos em locais de destaque como o Parque do Ibirapuera e o Parque Villa-Lobos, em São Paulo, e o Parque do Iguaçu, em Foz do Iguaçu (PR). A empresa também está presente em projetos temáticos, como o Complexo do Zoológico, em São Paulo, e outros em diversas cidades.

O Boulevard Encantado, previsto para ser inaugurado em maio, representa um marco na estratégia da Indigo. Com um investimento total de R$ 50 milhões, este complexo inclui hotel, centro comercial, centro de eventos e áreas de lazer. A Indigo não apenas gerenciará as 230 vagas de estacionamento, mas também oferecerá serviços adicionais como plataforma digital de reservas, locação de bicicletas e patinetes, e transferências via carro elétrico.

Essa abordagem reflete a visão da Indigo de oferecer mais do que vagas de estacionamento, investindo em serviços que complementam a experiência do usuário. A empresa destaca que os contratos nessa área tendem a ser mais longos, variando de 10 a 20 anos, o que permite um planejamento de longo prazo e uma maior integração dos serviços oferecidos.

Apesar da área de parques representar atualmente uma pequena fração da receita da Indigo no Brasil, Piovesan vê um grande potencial de crescimento. A empresa está dedicada a dobrar seu faturamento até 2027, e os parques são vistos como um componente chave nesta expansão.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado