Pesquisar
Close this search box.
conteúdo patrocinado

Caixa Econômica registra lucro trimestral de R$ 2,9 bilhões

Lucro trimestral da Caixa. (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)
Lucro trimestral da Caixa. (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

A Caixa Econômica Federal anunciou nesta quarta-feira (15) que atingiu R$ 2,9 bilhões em lucro líquido recorrente no primeiro trimestre de 2024. Esse valor é 49% maior que o registrado no último trimestre de 2023. Segundo o banco, os ativos somaram R$ 1,9 trilhão em março de 2024, um aumento de 13,9% em 12 meses. Além disso, a margem financeira alcançou R$ 15,3 bilhões, representando um aumento anual de 9,9%. Veja relatório na íntegra.

Crescimento da carteira de crédito

Em primeiro lugar, a carteira de crédito do banco atingiu R$ 1,144 trilhão, com alta de 2,2% no trimestre e de 10,4% em um ano. No primeiro trimestre, a Caixa concedeu R$ 143,0 bilhões em crédito total, um aumento de 13,3% na comparação anual. Consequentemente, a carteira de crédito total possui 92,3% de seu saldo com garantias, tendo grande concentração em operações de longo prazo.

Lucro trimestral da Caixa: desempenho do crédito imobiliário

A carteira imobiliária, que corresponde a 65,9% do total, encerrou o trimestre com saldo de R$ 754,3 bilhões, crescimento de 14,4% em 12 meses. Desse total, R$ 438 bilhões foram de recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e R$ 316,3 bilhões de recursos do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE). Além disso, a Caixa financiou 183,2 mil imóveis no período.

conteúdo patrocinado

Leia também:

BB, Caixa e Itaú impulsionam o lucro dos 5 maiores bancos

Qualidade do crédito

A taxa de inadimplência, referente a atrasos acima de 90 dias, ficou em 2,34%, um recuo de 0,39 ponto percentual em relação ao mesmo período do ano passado. Como resultado, as provisões para créditos de liquidação duvidosa totalizaram R$ 4,9 bilhões no trimestre, uma leve queda de 0,9%.

Receita de serviços e tarifas

As receitas de prestação de serviços chegaram a R$ 6,6 bilhões, alta de 6,9% puxada pelos ganhos das receitas com serviços das operações de crédito, conta corrente e seguros. Adicionalmente, o saldo das captações totalizou R$ 1,521 trilhão em março de 2024, representando um crescimento de 20,2% em comparação ao mesmo período de 2023.

Despesas administrativas

Os gastos administrativos, impulsionados pelo Programa de Demissão Voluntária (PDV), totalizaram R$ 11,5 bilhões no trimestre. Nesse sentido, houve um aumento anual de 14,8% nas despesas, com uma leve redução de 0,8% em comparação ao último trimestre de 2023.

Destaques no crédito

As maiores altas anuais nos empréstimos foram para o agronegócio, com um crescimento de 20,7%, totalizando R$ 57,8 bilhões no primeiro trimestre. Além disso, as contratações de crédito imobiliário cresceram 14,4%, ampliando a participação da Caixa no mercado de crédito imobiliário para 67,7%. Em comparação, a modalidade de crédito imobiliário atrelada ao FGTS teve R$ 35 bilhões em novas contratações, um crescimento de 74,2%.

Eficiência operacional

O lucro trimestral da Caixa com tarifas e prestação de serviços teve alta de 6,9% no ano, totalizando R$ 6,6 bilhões. Na comparação trimestral, houve uma queda de 1,2%. Além disso, a empresa destacou aumentos de 15% em receitas de serviços decorrentes de crédito, 8,9% com seguros, 8,2% em conta-corrente e tarifas bancárias, 7,3% em serviços de governo e 5,5% em cartões.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado