Pesquisar
Close this search box.
conteúdo patrocinado

De Minecraft a Candy Crush: por que a Suécia domina em games?

De Minecraft a Candy Crush: por que a Suécia domina em jogos
(Foto: Mika Baumeister/Unsplash).

A Suécia se consolida como um dos principais polos de desenvolvimento de games no mundo, apoiada por uma combinação de fatores culturais, sociais e geográficos. Este país nórdico, com uma população de apenas cerca de 10,5 milhões, é o berço de franquias de sucesso global como “Minecraft”, “Battlefield” e “Candy Crush”.

A diretora de jogo de “Minecraft”, Agnes Larsson, afirma que o longo e escuro inverno sueco, que pode se estender de outubro a abril, contribui para que as pessoas fiquem em casa e busquem entretenimento como os games. Essa estação influencia não apenas as atividades de lazer, mas também fomenta a criatividade e a inovação no país.

Outro aspecto central na cultura sueca é a “lei de Jante”, que valoriza a coletividade em detrimento do individualismo. Essa filosofia é refletida na forma como os suecos veem a produção de jogos: o trabalho em equipe é essencial, e o sucesso é visto como um esforço coletivo, conforme destaca Jens Bergensten, diretor de criação em Mojang, que colabora em “Minecraft” desde 2010.

conteúdo patrocinado

 

Além dos fatores culturais, a Suécia oferece uma sólida infraestrutura educacional e social que apoia o desenvolvimento de talentos na área de tecnologia e games. Åsa Bredin, presidente do estúdio desde 2023, salienta a importância da educação gratuita e de alta qualidade. As universidades suecas frequentemente têm programas focados em desenvolvimento de games, o que sustenta uma constante renovação de talentos no setor.

A familiaridade com a tecnologia é outra característica marcante da população sueca. Iniciativas governamentais como a promoção para aquisição de computadores pessoais no final dos anos 1990 ajudaram a popularizar os games e, ao mesmo tempo, prepararam o terreno para uma indústria próspera. A presidente também menciona os robustos sistemas de segurança social que permitem aos suecos correr riscos e inovar, vantagem competitiva no setor de games.

Além de “Minecraft”, que celebra 15 anos de sucesso com mais de 300 milhões de unidades vendidas, a Suécia é lar de estúdios como Avalanche, Dice, MachineGames e Massive Entertainment, que estão por trás de lançamentos aguardados para 2024, como “Indiana Jones and the great circle” e “Star Wars Outlaws”.

Este fenômeno não se restringe apenas aos games. A indústria musical sueca também é reconhecida globalmente, com produtores de música pop que dominam as paradas de sucesso desde os anos 1990. Assim como os games, a música reflete o alcance global da cultura sueca e sua capacidade de influenciar tendências mundiais.

Portanto, a combinação de um ambiente propício ao desenvolvimento pessoal e profissional, aliado a uma forte cultura de colaboração e inovação, torna a Suécia um exemplo notável no cenário global de desenvolvimento de games, demonstrando que mesmo um país pequeno pode ter um impacto gigantesco na indústria criativa global.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado