Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Elo reestrutura identidade visual com nova campanha

Novo rebranding destaca a brasilidade da marca Elo

Rebranding da Elo. (Imagem: Divulgação/Elo Brasil)
Rebranding da Elo. (Imagem: Divulgação/Elo Brasil)

Em junho de 2023, a Elo lançou a nova assinatura “Elo, o cartão do brasileiro”. O lançamento incluiu o patrocínio ao jovem músico autodidata Miguelzinho, de 12 anos, cujos vídeos viralizaram no Instagram.

Com acionistas como Bradesco, Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal, a Elo concluiu um projeto de rebranding que durou 20 meses. Esse rebranding marca a primeira grande reformulação da empresa desde sua fundação em 2011.

Investimento e nova campanha

De tal maneira, a campanha inclui um investimento de R$ 150 milhões. Esse valor cobre a migração de 100% da infraestrutura de transações para a nuvem, realizada em parceria com Microsoft e Avanade. A previsão é concluir essa migração até meados de 2025.

Publicidade

Segundo Giancarlo Greco, CEO da Elo, a mudança visa refletir a essência da empresa e sua capacidade de entender melhor o mercado local. Nesse sentido, a nova identidade visual da Elo adicionou o verde às cores tradicionais da marca e substituiu o antigo círculo por uma linha multicolorida.

Rebranding da Elo: destaques da campanha

Protagonizada por personalidades como Zeca Pagodinho e Glória Pires, a campanha estreou na TV aberta. A “brasilidade” também está presente em patrocínios e ativações culturais, incluindo eventos como o Festival de Verão de Salvador e turnês de artistas como Gilberto Gil.

Mel Pedroso, CMO da Elo, destaca a necessidade de dar mais visibilidade ao nome Elo e ao conceito de conexão. Além disso, as agências Ana Couto e AlmapBBDO, junto com uma agência in house criada em janeiro de 2023, foram responsáveis pelo desenvolvimento do projeto.

Em paralelo ao rebranding, a Elo iniciou a migração de sua infraestrutura de transações para a nuvem em maio de 2023. Com isso, Eduardo Merighi, CTO da Elo, destaca que essa plataforma permitirá mais inovação e flexibilidade na conexão com parceiros.

Leia também:

Como e quando realizar o rebranding da sua empresa?

Expansão e diversificação

A Elo busca consolidar-se como um hub de transações, expandindo além dos cartões. Dessa forma, a empresa está desenvolvendo um cartão multifuncionalidades, que está sendo testado desde dezembro.

Além disso, internamente batizado de Bandeira as a Service, outro projeto visa oferecer a infraestrutura de processamento da Elo para terceiros. A expectativa, portanto, é anunciar os primeiros clientes na segunda metade do ano.

Crescimento no setor de cartão de crédito

A Elo fechou 2023 com 42 milhões de cartões ativos e uma receita operacional líquida de R$ 1,57 bilhão. O volume total de pagamentos foi de R$ 357 bilhões. Nesse sentido, a busca por novas receitas e diversificação é compartilhada por rivais como Visa e Mastercard.

Ademais, a Elo tem investido fortemente no setor de cartão de crédito, uma área que tem mostrado crescimento significativo para a empresa. Com uma fatia de mercado de cerca de 10%, a Elo viu a participação das operações de crédito em seus volumes processados aumentar de 15% para 34% nos últimos cinco anos.

Leia também:

Elo e Extrafarma firmam parceria e oferecem descontos aos consumidores

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado