Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Entenda as diferenças entre Google Analytics e SEMrush

Dados reais e estimados podem confundir

(Foto: Cottonbro studio/Pexels)

No mundo digital, as métricas são essenciais para entender o desempenho de um site. Contudo, nem todas as plataformas de análise fornecem os mesmos tipos de dados. A confusão entre dados reais e estimativas pode levar a mal-entendidos. Essa matéria visa esclarece por que os dados do Google Analytics e do Google Search Console são mais confiáveis do que as estimativas fornecidas pelo SEMrush.

Diferenças nas Fontes de Dados

Google Analytics e Google Search Console fornecem dados com base nas visitas reais ao site e sua visibilidade nas buscas. O Google Analytics rastreia cada interação do usuário com o site, enquanto o Google Search Console mostra como o site aparece e é clicado nos resultados de pesquisa do Google.

Por outro lado, o SEMrush adota uma metodologia diferente. Ele coleta dados a partir de amostras de palavras-chave e usa algoritmos para “estimar o tráfego” orgânico. Essas estimativas consideram fatores como o volume de pesquisa de palavras-chave e a posição média do site nos resultados de busca.

Publicidade

Coleta de Dados

O Google Analytics utiliza um código de rastreamento inserido no site para coletar dados sobre visitas, páginas visualizadas e comportamentos dos usuários. Este método garante que os dados sejam precisos e em tempo real.

Já o SEMrush não rastreia diretamente os usuários do site. Em vez disso, ele “usa rastreadores para simular buscas e visitas”, fornecendo uma visão estimada do tráfego. Isso pode resultar em dados altamente diferentes dos coletados por meio de Google Analytics e Google Search Console.

Leia Também:

Frequência de Atualização

Google Analytics e Google Search Console atualizam seus dados quase em tempo real ou com mínimos atrasos (de até minutos ou segundos). Essa atualização constante permite uma visão precisa e atualizada do desempenho do site.

O SEMrush, por sua vez, atualiza suas estimativas com muito menos frequência. Dependendo do plano e das funcionalidades específicas usadas, os dados podem não refletir as mudanças recentes no tráfego do site.

Leia Também:

Comparação de Dados Reais e Estimados

Os dados do Google Analytics e do Google Search Console refletem visitas e interações reais dos usuários, mostrando o desempenho verdadeiro do site. Em contraste, as estimativas do SEMrush, baseadas nas amostras e algoritmos, podem não representar a realidade.

Para um proprietário de site ou anunciante, confiar em dados reais é crucial. As estimativas podem ser úteis para análise competitiva e visão geral de mercado, mas não devem substituir os dados precisos e detalhados oferecidos por plataformas como Google Analytics.

Transparência e Confiança

Para garantir a transparência, é importante compartilhar relatórios detalhados do Google Analytics e do Google Search Console com os clientes. Esses relatórios incluem métricas como sessões, usuários, visualizações de página e cliques nas SERPs. Além disso, explica como são coletados e analisados esses dados podem ajudar a esclarecer dúvidas e reforçar a confiança nos números apresentados.

Portanto, é fundamental a análise dos relatórios do Google.

Reforçando a Confiabilidade

Se você enfrenta questionamentos sobre a discrepância entre os dados do Google Analytics e do SEMrush, explique as diferenças nas metodologias de coleta de dados. Mostre relatórios detalhados e ofereça-se para discutir os números ao vivo. Isso ajuda a demonstrar a precisão e a confiabilidade dos dados fornecidos pelo Google.

Consequências de Ignorar os Relatórios do Google

Caso um cliente não dê importância aos relatórios do Google Analytics e do Google Search Console, ele pode tomar decisões com base em dados imprecisos ou estimativas. Isso pode levar a uma má interpretação do desempenho real do site, resultando em estratégias de marketing inadequadas ou investimentos mal direcionados.

Ao ignorar os dados precisos do Google, o cliente corre o risco de não identificar corretamente as oportunidades e desafios do site. Isso pode afetar negativamente o ROI das campanhas publicitárias e a efetividade das ações de SEO. Portanto, é fundamental que os clientes confiem e utilizem os dados reais para tomar decisões informadas e alcançar melhores resultados.

Embora o SEMrush seja uma ferramenta valiosa para análises competitivas, suas estimativas de tráfego podem induzir ao erro. Em contraste, os dados do Google Analytics e do Google Search Console são mais confiáveis, pois são baseados em interações reais dos usuários. Dessa forma, para garantir decisões informadas e precisas, é essencial confiar nos dados reais fornecidos pelo Google.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado