Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Uber visa incluir todos taxistas brasileiros no aplicativo até 2025

CEO global da Uber anuncia novos planos no Brasil

Uber visa incluir todos taxistas brasileiros no aplicativo até 2025
(Foto: Divulgação/Uber).

A Uber anunciou planos ambiciosos para o mercado brasileiro. O objetivo é integrar todos os taxistas do país em sua plataforma até 2025. O CEO global da empresa, Dara Khosrowshahi, fez o anúncio durante um evento em São Paulo, que também marcou os dez anos de operação da Uber no Brasil. Além de aumentar o número de taxistas na plataforma, a Uber pretende lançar o serviço Uber Health, dedicado a facilitar o transporte para serviços de saúde.

Khosrowshahi destacou a evolução da relação entre a Uber e os taxistas, que nem sempre foi harmoniosa. Segundo ele, os problemas do passado foram superados e agora há um compromisso com a integração. “A Uber e os táxis são melhores juntos. Queremos que todos os taxistas usem nossa plataforma até 2025”, afirmou o CEO.

Investimentos no Brasil

Durante a visita, que é a segunda do CEO ao Brasil desde que assumiu o cargo, Khosrowshahi também mencionou planos de investimentos significativos no país. A empresa americana pretende investir R$ 1 bilhão em um centro de tecnologia no Brasil nos próximos cinco anos. Além disso, há planos de contratar 200 engenheiros.

Publicidade

O lançamento do Uber Health no Brasil está previsto para “em breve”, sem uma data específica ainda. O serviço foi lançado nos Estados Unidos em 2022 e permite que hospitais, clínicas e laboratórios facilitem o transporte de pacientes e colaboradores que precisam realizar exames ou consultas médicas.

 

Compromisso com a sustentabilidade

Além disso, Khosrowshahi reafirmou o compromisso da Uber com a sustentabilidade. O objetivo é alcançar zero emissões até 2040. Ele anunciou que, nos próximos meses, São Paulo receberá a Uber Green. Essa funcionalidade permite aos usuários solicitar veículos elétricos com o toque de um botão.

O CEO também aproveitou sua estadia no Brasil para se encontrar com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o ministro do Trabalho, Luiz Marinho. Eles discutiram a regulamentação do trabalho de motoristas de aplicativos. Um projeto de lei está sendo discutido no Congresso. Esse projeto inclui a limitação da jornada de trabalho dos motoristas a 12 horas diárias. Além disso, estabelece um salário mínimo mensal para fins de contribuição previdenciária.

Apoio aos motoristas

Juntamente com o anúncio a respeito dos taxistas, a Uber também anunciou doações para motoristas afetados por enchentes no Rio Grande do Sul. Nesse sentido, serão R$ 500 para cada um dos cerca de 20.000 motoristas elegíveis, totalizando R$ 10 milhões. Além disso, a empresa se comprometeu a doar R$ 1 milhão para a Central Única das Favelas (CUFA) para ajudar famílias em situação de vulnerabilidade.

Crescimento

Khosrowshahi finalizou destacando o crescimento da Uber no Brasil desde sua chegada. Inicialmente, a empresa contava com 500 motoristas para a Copa do Mundo. Agora, são mais de 1,4 milhão de pessoas utilizando a plataforma para gerar renda. “Estamos mais comprometidos do que nunca com o Brasil e vamos continuar a investir agressivamente”, concluiu o CEO.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado