Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Concessões de empréstimos no Brasil caem 1,6% em abril

Estoque de crédito cresce 0,2% no mês

Economia - IPCA - dividas - moody's - empréstimos - Brasil
(Imagem: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

Em abril, a inadimplência no segmento de recursos livres ficou em 4,6%, ligeiramente acima dos 4,5% registrados em março. As taxas bancárias médias apresentaram uma leve queda no Brasil. Os juros cobrados pelas instituições financeiras no crédito livre foram de 40,4% em abril, uma redução de 0,1 ponto percentual em relação ao mês anterior. Nos recursos direcionados, houve uma queda de 0,4 ponto percentual no mês, chegando a 10,2%.

Houve uma queda de 0,9% no saldo das operações de crédito às pessoas jurídicas, totalizando R$ 2,250 trilhões em abril. Por outro lado, o saldo de crédito para pessoas físicas teve um aumento de 0,9%, atingindo R$ 3,644 trilhões no mesmo período.

As concessões de empréstimos no Brasil recuaram 1,6% em abril na comparação com março, de acordo com o Banco Central. O estoque total de crédito avançou 0,2% no mês, totalizando R$ 5,894 trilhões.

Publicidade

No mês de abril, as concessões de financiamentos com recursos livres, em que as condições dos empréstimos são negociadas livremente entre bancos e tomadores, registraram uma queda de 1,0% em relação a março. Para as operações com recursos direcionados, que seguem parâmetros estabelecidos pelo governo, houve uma queda de 6,8% no período.

Assim, o spread bancário, que é a diferença entre o custo de captação dos bancos e a taxa final cobrada do cliente, recuou para 29,6 pontos percentuais nos recursos livres, contra 30,1 pontos no mês anterior.

Leia mais:

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado