Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Argentina retira sobretaxa de talheres de aço do Brasil

Medida antidumping vigorava desde abril de 2018

Bandeira da Argentina
Bandeira da Argentina (Angelica Reyes/Unsplash)

Após mais de seis anos, a Argentina suspendeu a sobretaxa antidumping de até 47,19% aplicada às exportações brasileiras de talheres de aço inoxidável. O governo argentino aplicava a medida desde abril de 2018, alegando que o produto brasileiro prejudicava a competitividade do similar argentino.

Em 2023, as autoridades argentinas iniciaram um processo de revisão da medida, com participação ativa do governo brasileiro. Sendo assim, os Ministérios das Relações Exteriores e do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (Mdic) mantiveram diálogo constante com as empresas nacionais envolvidas, prestando todos os esclarecimentos necessários ao longo do processo.

Mesmo com a medida antidumping em vigor, a Argentina foi o terceiro principal destino das exportações brasileiras de talheres de aço inoxidável em 2023. Portanto, nesse ano, as exportações brasileiras para o país vizinho superaram US$ 6,5 milhões. Foram mais de 522 toneladas, representando 11,6% do volume total das exportações brasileiras dessas mercadorias.

Publicidade

Em uma nota conjunta, o Itamaraty e o Mdic informaram que a suspensão da medida torna as exportações de talheres do Brasil mais competitivas para o mercado argentino, abrindo novas oportunidades para produtores brasileiros. “Trata-se de resultado positivo para o setor e para a relação econômico-comercial do Brasil com a Argentina”, afirmou o comunicado.

Contudo, a prática autorizada pela Organização Mundial do Comércio (OMC), a tarifa antidumping consiste na sobretaxação de produtos produzidos abaixo do nível de custo, com o objetivo de proteger a indústria nacional da concorrência desleal com produtos importados.

Leia mais:

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado