Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Gigante das motos indianas Bajaj estabelece fábrica em Manaus

A nova unidade tem uma meta anual de produção de 20 mil motos

Gigante das motos indianas Bajaj estabelece fábrica em Manaus
(Foto: Divulgação/Bajaj).

A Bajaj Auto Limited, terceira maior fabricante de motos da Índia, inaugurou sua primeira unidade de produção fora da Índia. Situada no Polo Industrial de Manaus (PIM), essa fábrica é um passo importante para a expansão da empresa. Com um investimento inicial de 12 milhões de dólares, aproximadamente 65 milhões de reais, a planta tem capacidade para montar 20 mil motocicletas por ano.

Por outro lado, a Bajaj não é apenas uma produtora de motocicletas; a empresa reportou um faturamento de 4,1 bilhões de dólares no último ano fiscal, com a produção de 7 milhões de unidades na Índia. Além disso, com 36 mil funcionários, o conglomerado abrange 40 empresas em diversos setores. Incluindo automóveis e financeiro, destacando-se também como o maior produtor mundial de veículos de três rodas.

Portanto, a decisão de estabelecer uma fábrica no Brasil segue uma estratégia de expansão cuidadosamente planejada. Além disso, o mercado brasileiro de motocicletas tem mostrado um vigoroso crescimento, com um aumento de 21,07% nas vendas no primeiro trimestre de 2024 em comparação com o mesmo período de 2023. Este foi o maior crescimento registrado em um trimestre desde 2012.

Publicidade

 

Além disso, a planta já começou a operar, empregando 150 trabalhadores. Ela adota o regime CKD (Completely Knock Down), que envolve a montagem de motocicletas a partir de kits importados da Índia. Atualmente, a fábrica monta os modelos Dominar 400, Dominar 200 e Dominar 160.

Preços das motocicletas

Adicionalmente, os modelos são oferecidos com preços que variam de R$ 16,9 mil a R$ 24,9 mil. A empresa já estabeleceu 21 concessionárias no país e planeja expandir para 30 até o fim do ano. Desde que começou a operar no Brasil em 2022, a Bajaj já comercializou 7,5 mil motocicletas.

Rakesh Sharma, diretor executivo da Bajaj Auto Limited, enfatizou durante a inauguração a visão de longo prazo da empresa para o mercado brasileiro, dada a sua complexidade e tamanho. “Estamos empenhados em entender o consumidor brasileiro e em desenvolver produtos que atendam a suas demandas específicas”, disse Sharma.

Como será a produção de motos da Bajaj

Além disso, espera-se que a fábrica alcance sua capacidade máxima de produção de 20 mil motos anualmente até 2025. A produção inicial será de 1.500 unidades por mês a partir de julho deste ano, totalizando cerca de 9 mil motos no segundo semestre de 2024.

Waldyr Ferreira, diretor geral da Bajaj do Brasil, também compartilhou seu otimismo em relação à nova operação. “Com a fábrica funcionando e nossa rede de distribuição em expansão, vamos focar no crescimento da nossa linha de produtos no Brasil para atender às variadas necessidades dos usuários de motocicletas em todas as regiões”, afirmou Ferreira.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado