Pesquisar
Close this search box.
conteúdo patrocinado

Economia corre risco de encolher em 2022 se o País racionar luz agora

Em 2001, o PIB brasileiro fechou o ano com avanço de 1,4%,  a economia retraiu em 0,2% durante o racionamento, que começou em julho de 2001 e só acabou em fevereiro de 2002.
Em 2001, o PIB brasileiro fechou o ano com avanço de 1,4%,  a economia retraiu em 0,2% durante o racionamento, que começou em julho de 2001 e só acabou em fevereiro de 2002.

As medidas adotadas pelo governo para economizar energia em meio à mais grave seca em 91 anos já encarecem os custos das empresas. Segundo economistas, inflação é aumentada e deve levar o Banco Central a acelerar a alta dos juros.  Essa combinação tem ainda mais um efeito negativo: a recuperação do emprego no país.

O Brasil já teve que racionar energia e a economia sofreu. Em 2001, o PIB brasileiro fechou o ano com avanço de 1,4%,  a economia retraiu em 0,2% durante o racionamento, que começou em julho de 2001 e só acabou em fevereiro de 2002. No primeiro trimestre de 2001, o nível dos reservatórios no Brasil era de 34%. Hoje, o subsistema mais importante do país, o Sudeste-Centro Oeste, está com apenas 19,6% de capacidade, enquanto o subsistema Sul, tem apenas 25,8%.

Nas contas dos economistas do Credit Suisse, o Brasil deve fechar o ano com apenas 12% dos reservatórios, já considerando as medidas adotadas pelo governo para evitar o racionamento.

conteúdo patrocinado

Fonte: UOL

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado