Pesquisar
Close this search box.
conteúdo patrocinado

Ministério de Minas e Energia dá início a leilões que envolvem petróleo, gás e transmissão de energia

Ao todo, devem ser arrecadados cerca de R$ 200 bilhões em investimentos privados
Ao todo, devem ser arrecadados cerca de R$ 200 bilhões em investimentos privados

A partir desta sexta-feira, 03 de dezembro, o Ministério de Minas e Energia vai realizar uma série de leilões, que seguem até o dia 21. Ao todo, devem ser arrecadados cerca de R$ 200 bilhões em investimentos privados com as concessões que estão sendo leiloadas.

Os vários leilões envolvem petróleo e gás, além da geração e transmissão de energia elétrica. Os pregões desta sexta-feira são para a negociação de eletricidade por meio da plataforma virtual da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica. Para esses leilões, o Ministério definiu os preços iniciais entre R$ 200 e R$ 240 por megawatt-hora.

A pasta vai fazer o segundo maior leilão de petróleo do mundo no dia 17. As negociações se dão sobre os campos de Sépia e Atapu, localizados na Bacia de Santos, no Pré-Sal. O bônus é de R$ 11,1 bilhões. Todavia, R$ 7,7 bilhões ficam para os estados e municípios.

conteúdo patrocinado

Na mesma data, o Ministério vai leiloar a construção e a manutenção de 902 km em linhas de transmissão e de 750 megavolt-ampères em capacidade de transformação de subestações. A pasta incluiu na disputa estruturas no Amapá visando, assim, garantir a segurança elétrica na capital do Estado.

Por fim, em 21 de dezembro ocorrem as negociações de contratos por potencial de energia elétrica. A vigência das operações é de 15 anos, com início para 2022 e 2027. Além da arrecadação de recursos, o governo ainda espera a criação de quase 167 mil empregos: 160 mil nas operações de petróleo, bem como 6,6 mil nas de transmissão elétrica.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado