Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Ceará capta mais de R$ 29,5 bilhões em investimentos privados em 10 anos

(Foto: Divulgação)

O volume de novos investimentos privados no Ceará foi de R$ 29,5 bilhões nos últimos 10 anos. O montante representa o acumulado aportado por 295 empresas incentivadas pelo Estado por meio do Fundo de Desenvolvimento Industrial (FDI).

Os dados fazem parte do relatório elaborado pela Agência de Desenvolvimento do Estado (Adece). O levantamento ainda aponta que o Ceará assinou, de 2015 a 2021, 344 protocolos de intenções que devem atrair mais de R$ 116 bilhões em investimentos privados e gerar mais de 57 mil empregos diretos nos próximos 10 anos.

“Mesmo diante dos desafios apresentados pela pandemia de Covid-19, os dois últimos anos apresentaram números positivos para o Ceará. Isso é reflexo de uma nova configuração do processo de atração de investimentos, que está alinhada com as novas diretrizes estabelecidas pelo planejamento estratégico do Estado, detalhados pelo Ceará Veloz 3.0, para o contexto pós-pandemia”, explica o presidente da Adece, Francisco Rabelo. Em 2020, o Estado registrou R$ 165,70 milhões em aportes privados. Já em 2021, o montante subiu para R$ 819,45 milhões.

Publicidade

Em publicação, a Adece destaca que parte do resultado está atrelado a nova operacionalização do FDI, estabelecida pela implantação da Lei nº 17.360/2020. Entre as mudanças trazidas pela nova legislação, o Fundo deixa de se voltar prioritariamente para atividades ligadas ao setor industrial e passa a agregar atividades de setores como agricultura, indústria, inovação, comércio e serviços. A nova lei também alterou a nomeclatura do Conselho Estadual de Desenvolvimento Industrial (CEDIN), que passou a ser denominado de Conselho de Desenvolvimento Econômico do Estado do Ceará (CONDEC).

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado