Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Importação de brinquedos é opção atrativa para empreendedores no Brasil

(Foto: Mike no Pexels)

Os chineses são os maiores fornecedores de produtos industrializados e o setor de brinquedos é um dos destaques. O Brasil se aproveita disso e, ano após, a importação de brinquedos chineses vem crescendo no país.

De acordo com os dados levantados pelo Anuário de Estatísticas de 2020 da ABRINQ (Associação Brasileira dos Fabricantes de Brinquedos), em 2019 foram quase R$ 3,5 bilhões. Se comparada a 2012, quando os dados começaram a ser compilados, o aumento foi de R$ 1,6 bilhão.

Um dos maiores atrativos é o preço competitivo dos produtos que garante maior margem de venda. “Quando o produto chega ao Brasil, pode ser revendido com um preço corrigido, gerando lucro ao importador”, relata o Helmuth Hofstatter, CEO da Logcomex, startup que oferece soluções Big Data e de automação para o comércio exterior.

Publicidade

A importação de brinquedos movimentou US$ 203.582.402,00 na economia brasileira, segundo dados da Logcomex, entre janeiro e novembro de 2021, com mais de 70 mil embarques. A China é a principal fonte desses números.

Algumas áreas específicas no setor registraram um crescimento na importação durante o último ano. “Brinquedos direcionados a bebês e crianças na pré-escola, itens para atividades ao ar livre e conjuntos de construção civil, somados, representam 55,4% dos produtos vendidos pelo país asiático em 2021. Brinquedos eletrônicos pré-escolares também tiveram um crescimento de cerca de 56% durante esse período”, pontua Helmuth.

Para o CEO, existe um fato que torna a importação de brinquedos ainda mais atraente: a isenção de impostos. “A isenção ou redução do Imposto de Importação é uma medida que vem sendo muito explorada nos últimos meses, principalmente por conta da pandemia. Em 2021, uma lista de produtos foi isenta do imposto, entre os itens contemplados, estão os brinquedos”, esclarece.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado