Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Moda, decoração, design de interiores e de produtos: Mãos que unem arte, design e o feito à mão conectando vários universos! – Por Mônica Albuquerque

*Coluna por Mônica Albuquerque, 08/04/2022

Sempre fui apaixonada pelo universo da moda e pelo seu dinamismo. Mas, a minha paixão pela moda, está longe de ser apenas no campo da sua superficialidade ou efemeridade, mas, com um olhar mais aprofundado de designer de moda. Eu enxergo a moda como uma área que abre espaços para muitas discussões, que não apenas agregam, mas acima de tudo, permitem exercitar o olhar além do óbvio. Moda, decoração e design de interiores, são universos complementares e que tem uma capacidade de se inovarem a cada dia.

A moda cria conexões que a tornam um espaço de muita pluralidade, pois consegue dialogar com várias outras áreas e construir novos saberes e fazeres, onde a criatividade e inovação caminham juntas. Muitas interpretações e muitas coisas em comum: a arte, design e criatividade do feito à mão por quem artistas que entendem do assunto. E pra falar sobre o assunto, dessa vez conversei com o Artista Plástico Roberto Dias Nunes, conhecido por seus trabalhos únicos e exclusivos, que já conquistaram clientes pelo Brasil e exterior, levando toda sua arte feira à mão.

Publicidade
Artista Plástico – Roberto Dias Nunes. Foto: Divulgação
  1. Qual o foco principal do seu trabalho como Artista Plástico?

RD – Meu maior interesse é desenvolver produtos essencialmente feitos com materiais totalmente naturais, e feito totalmente a mão, que possa ser valorizado como um trabalho artesanal único! Tenho todo o cuidado de retirar da natureza a matéria-prima para o meu trabalho, de forma que não venha feri-la. Busco madeira reciclável mantendo as suas características originais.

Desta forma, eu faço a ‘não colocação’ de produtos químicos como selantes e vernizes para tirar a característica original ou dar mais brilho. Ela vai para a peça com todas as características naturais dela, e a ideia é justamente essa: levar a força que a natureza tem e os seus aspectos para dentro de casa, através das peças feitas por mim. Quando eu coloco qualquer peça feita por mim na minha mesa, eu estou colocando um pouco da natureza. Aquela madeira rachada, manchada, queimada, quebrada, desenvolvida dentro de um adorno. Esse é o meu foco principal.

  1. Qual o papel ou influência da moda no seu trabalho?

Sobre a moda, ela é lançada mundialmente. Nós temos grandes centros europeus, japoneses e americanos que lançam tendências. Nesses lançamentos, há a definição de cores, projeções de volumes das roupas, e isso acaba consequentemente chegando à moda. Digamos que a cor ‘rosa’ está na moda e foi lançada por 4 ou 5 artistas mundiais. Ela chega até a decoração como uma tendência de uso dessa cor. Eu tento encontrar na natureza algo com a cor rosa pra colocar nos meus trabalhos e ficar atual. Isso é um grande atrativo. A moda nos lança! É algo forte mundialmente: todo mundo veste, compra, usa. Ela norteia a definição de tendências mundiais.

Hoje eu vejo uma mudança de mercado. Observo lojistas da área de moda querendo estar com a moda casa. Uma loja que vende roupa acaba atraindo a linha casa para dentro do mesmo espaço. Uma casa com valor de design, com mais valor diferenciado, das lojas mais simples, com mesas postas, vasos e adornos. Isso é muito atrativo no momento. Ao mesmo tempo, vemos empresas que vendem adorno e decoração em geral, querem atrair para dentro da loja uma bolsa diferenciada, um lenço, um colar decorativo. Essa simbiose está cada vez mais forte.

  1. Como você avalia o momento atual pra todas essas áreas: moda, decoração, design de produtos e interiores?

Estamos passando por um momento de pandemia e guerra, e por conta disso, há uma transformação na forma de viver das pessoas. Muitas tiveram que ficar em casa, e assim surgiram necessidades internas que foram exigidas pela maior permanência em casa, o que levou muitos a mudarem de hábitos. Ficar mais tempo em casa, sentar melhor, usufruir melhor dos espaços da minha casa, etc. Isso gerou uma série de mudanças e ideias na casa. A partir disso surgem vontades: “queria uma cadeira mais confortável”, “queria trazer mais o verde aqui para dentro de casa”.

Todas essas mudanças atraíram bastante a definição de ‘estar melhor dentro de casa’. Foi nesse momento que eu obtive crescimento na parte de decoração e das minhas peças; por conta dessas pessoas que queriam trazer a natureza para dentro de casa de alguma forma. Eu acredito que muitas mudanças ainda irão acontecer, dessa relação do homem com a natureza através de momentos como estes que vivemos como pandemia. Acompanhe o trabalho do artista nesse link: https://www.instagram.com/robdiasnunes/

Grande abraço e até a próxima semana!

**Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do ENB.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado