Pesquisar
Close this search box.
conteúdo patrocinado

Profissionais perdem oportunidades por serem qualificados demais para um emprego

(Foto: Pexels Alex Green)

Com o início da vida profissional, é comum que o trabalhador busque por empregos mais já que ainda estão aprendendo. Com a procura individual por melhoria, normalmente costuma-se procurar por qualificações que permitam uma melhor colocação quando o assunto for capacidade e oportunidades de crescimento na empresa. É justamente por essa qualificação que muitos profissionais encontram-se sem empregos.

Progredir na carreira é uma dos principais focos de quem está no mercado de trabalho e quando isso não acontece ou não está de acordo com o ritmo que o profissional deseja, é comum que a consequência seja a busca por melhores oportunidades. Em conteúdo produzido pela BBC Brasil, é exemplificado como os profissionais que desejaram aprofundar seus conhecimentos vem sofrendo dificuldades para novas vagas após a decisão de trocar de emprego. 

Terry Greer-King, vice-presidente para a Europa, Oriente Médio e África da empresa de cibersegurança SonicWall, explica à BBC porque está cada vez mais comum ver essas situações acontecendo. “Quanto mais experiência eles ganham, menor é o seu leque de oportunidades. Tentar algo diferente exigiria voltar à base da pirâmide.”

conteúdo patrocinado

Encontrar trabalhadores candidatando-se para cargos aparentemente “abaixo” do seu nível atual na carreira pode ser um sinal de alerta para os recrutadores. Para Greer-King, o currículo de um candidato excessivamente qualificado pode indicar que ele muda de empregos com frequência ou que permanece estagnado, causando suspeitas.

“Para contratar alguém, você precisa ser paranoico”, segundo ele. “Se alguém estiver descendo um ou dois níveis e provavelmente já atingiu o que o cargo oferece, você precisa perguntar quais são os seus motivos”, finaliza Greer-King.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado