Pesquisar
Close this search box.
conteúdo patrocinado

CVC é multada em R$ 363 mil por venda de passagens de companhia em falência

(Foto: Internet)

A Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon) multou a empresa de turismo CVC por comercializar passagens da Avianca, em 2020, sem informar aos consumidores sobre o risco de cancelamento dos voos. De acordo com informações da Agência Brasil, na época, a companhia aérea estava em processo de falência.

O valor da multa é de R$ 363.046,25. A decisão foi publicada nesta segunda-feira (1º) no Diário Oficial da União. Em recurso, a CVC afirmou que não poderia prever que a Avianca enfrentaria dificuldades operacionais a ponto de interromper as atividades. 

Mesmo com a declaração, segundo a Senacon, a CVC tinha ciência do pedido de recuperação judicial da Avianca. A empresa de turismo deveria ter informado aos clientes sobre os riscos de cancelamento e as restrições nas atividades da companhia. Ainda de acordo com a secretaria, essa falta de esclarecimento viola o Código de Defesa do Consumidor.

conteúdo patrocinado

Assim, a decisão é definitiva e a CVC não pode mais recorrer. O prazo para pagamento da multa é de 30 dias e os recursos serão destinados ao Fundo de Defesa de Direitos Difusos.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado