Pesquisar
Close this search box.
conteúdo patrocinado

Inflação indica outra queda em agosto, segundo coordenador do IPC da FGV

(Foto: Reprodução Internet)

O mês de agosto deve registrar uma inflação de negativa causada pela queda nos preços da gasolina e da desaceleração dos alimentos. A projeção é do coordenador do Índice de Preços ao Consumidor da Fundação Getúlio Vargas (FGV), André Braz.

Se a hipótese acontecer, este será o segundo mês consecutivo com deflação. Em julho, o índice foi de -0,68%. De janeiro a julho, a inflação está em 4,77%, com um acumulado de 10,77% no acumulado de 1 ano.

Segundo entrevista que Braz deu ao jornal CNN, a queda se alastrará pelos setores de combustível, especialmente por causa das sucessivas quedas no preço da gasolina (anunciadas pela Petrobras), de energia e telefonia. O segmento dos alimentos, conforme afirmou o especialista, sofrerá uma desaceleração.

conteúdo patrocinado

Além disso, prevê Braz, os combustíveis e a energia continuarão a puxar a retração do índice por conta da redução do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado