Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Dólar abre estável em dia de decisões do BC e FED

Foto: Reprodução

Nesta quarta-feira (22), os mercados estão de olho em duas importantes decisões de política monetária: a do Federal Reserve, o banco central americano, e a do Banco Central do Brasil. A expectativa é que ambas as instituições mantenham suas taxas de juros inalteradas.

Nos Estados Unidos, a decisão do Fomc (comitê que se reúne para definir os juros) será anunciada às 15h00 (horário de Brasília). Já a decisão do Copom (Comitê de Política Monetária) está prevista para ser divulgada depois das 18h00.

Antes mesmo da abertura dos mercados, o dia começou com um discurso importante: a presidente do Banco Central Europeu, Christine Lagarde, falou na manhã desta quarta-feira, trazendo novas informações sobre a política monetária europeia e seu impacto na economia global.

Publicidade

No mercado cambial, o dólar à vista estava em estabilidade após a abertura, avançando 0,04%, a R$ 5,2475 na venda, às 9h02 (horário de Brasília). Já o contrato de dólar futuro de primeiro vencimento subia 0,07%, a R$ 5,2595, no mesmo horário. e a atuação das autoridades para salvar bancos americanos em apuros justificam a reação mais positiva nesta terça.

Até mesmo a ação do First Republic Bank, que até ontem acumulava queda de 90% em março, nesta terça recuperou parte destas perdas e subiu quase 30%. Os papéis de grandes bancos do país, como Goldman Sachs, JPMorgan, Morgan Stanley e Citigroup, avançaram entre 2% e 3%.

Em Nova York, o índice Dow Jones fechou em alta de 0,98%. O S&P 500 subiu 1,30%, e o Nasdaq encerrou o dia com avanço de 1,58%.

As bolsas na Europa também subiram. O Euro Stoxx 50 fechou em alta de 1,51%. Destaque também para o FTSE 100, da Bolsa de Londres, com alta de 1,79%, e o DAX, de Frankfurt, que avançou 1,75%.

Os papéis de bancos brasileiros, que sofreram menos que seus pares internacionais na semana passada, seguem a tendência de alta. Destaque para a ação preferencial do Itaú Unibanco, que fechou em alta de 2,30%, e para a Unit do Santander Brasil, com alta de quase 2%.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado