Embrapa mede emissão de metano por bovinos em diferentes sistemas produtivos no Mato Grosso

CNA debate prioridades para a bovinocultura de corte em 2022
(Foto: Matthias Zomer/Pexels)

A Embrapa Agrossilvipastoril, em Sinop (MT), começou a avaliar a emissão de metano entérico por bovinos em diferentes sistemas produtivos de criação de gado a pasto no estado.

O objetivo é fechar o balanço de emissões de gases causadores de efeito estufa na integração lavoura-pecuária-floresta (ILPF). A medição do metano está sendo realizada com metodologia de cangas e hexafluoreto de enxofre (SF6), e as coletas ocorrerão em diferentes períodos ao longo do ano.

Inicialmente, as avaliações estão sendo feitas em vacas de leite girolando, mas o foco é o gado de corte, já que o Mato Grosso é o maior produtor de carne do Brasil.

A expectativa é que, no fim do ano, já seja possível cruzar as informações com dados sobre emissões de gases pelo solo e taxas de sequestro de carbono no solo e nas árvores.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado