JBS Registra Prejuízo Líquido de R$ 1,45 Bilhão no 1T23: Entenda os Fatores

(Foto: Divulgação JBS)

No primeiro trimestre de 2023, a gigante mundial do setor de carnes, JBS (JBSS3), enfrentou adversidades significativas, registrando um prejuízo líquido de R$ 1,45 bilhão, uma reversão drástica do lucro líquido de R$ 5,14 bilhões observado no mesmo período de 2022.

Aumento dos Desafios Operacionais

Os desafios operacionais na América do Norte e no Brasil impactaram fortemente o desempenho da JBS. A oferta limitada de gado na América do Norte, a alta nos custos de produção e a suspensão das exportações de carne bovina do Brasil para a China foram os principais fatores que contribuíram para o prejuízo.

Redução no Ebitda e na Receita Líquida

O Ebitda ajustado despencou 78,6% em relação ao 1T22, atingindo R$ 2,16 bilhões. Além disso, a receita líquida caiu 4,3%, totalizando R$ 86,6 bilhões, e a margem Ebitda ajustada reduziu 8,6 pontos percentuais, encerrando o trimestre em 2,5%.

Fluxo de Caixa Negativo e Aumento da Dívida

O fluxo de caixa das atividades operacionais foi negativo em R$ 3 bilhões, mas a companhia manteve R$ 9 bilhões em caixa e US$ 3,2 bilhões em linhas de crédito rotativas. Entretanto, a dívida líquida da JBS cresceu 26%, atingindo R$ 83,7 bilhões.

Apesar do cenário adverso, a JBS está focada em melhorar a eficiência operacional e a gestão de custos para superar esses desafios e retomar a trajetória de lucratividade.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado