Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Volkswagen desiste de suspender contratos de trabalhadores devido redução de tributos para veículos

(Foto: Divulgação Volkswagen do Brasil)

A Volkswagen surpreendeu ao anunciar que não irá suspender os contratos de trabalho de aproximadamente 800 funcionários da fábrica de Taubaté (SP), apenas cinco dias após o governo federal divulgar um plano para reduzir o preço dos carros populares novos.

De acordo com a empresa, a decisão foi motivada pelas novas perspectivas de demanda no setor automobilístico, conforme comunicado oficial divulgado. O pacote de medidas para o setor, que inclui redução de tributos como IPI e PIS/Cofins para veículos de até R$ 120 mil, será anunciado até a próxima semana pelo governo. O vice-presidente Geraldo Alckmin (PSB) adiantou que essa será a principal medida a ser implementada.

Os descontos variarão entre 1,5% e 10,96%, de acordo com a faixa de preço, a eficiência energética e a produção nacional envolvida na montagem dos veículos. A expectativa em relação às medidas levou a uma queda no número de emplacamentos de carros zero-quilômetro, pois os consumidores aguardam a divulgação oficial das medidas.

Publicidade

A suspensão dos contratos na fábrica da Volkswagen em Taubaté estava inicialmente programada para começar em 1º de junho. Entretanto, a empresa já havia adiado o início da medida para 1º de julho, conforme informado pelo Sindmetau (Sindicato dos Metalúrgicos de Taubaté e Região). Agora, o sindicato foi informado pela montadora que o chamado layoff não ocorrerá até o final deste ano, conforme comunicado da Volkswagen. A empresa não especificou se a suspensão foi cancelada apenas para 2023, como alegou o sindicato.

A fábrica de Taubaté é responsável pela produção dos modelos Polo Track e Novo Polo. O Volkswagen Polo, que conquistou o segundo lugar entre os carros mais vendidos do país e se tornou o líder de vendas entre os hatches, registrou 7.636 emplacamentos em maio. Foi um dos poucos veículos a apresentar crescimento nas vendas em seu segmento, com um aumento de 25,9% em relação a abril.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado