Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Lula sugere perdão de dívidas em serviços básicos durante reunião com representantes do setor varejista

Lula discursa em evento oficial do Governo Federal. Brasil no G20
(Foto: Reprodução/Rede Social)

Durante uma reunião realizada na quarta-feira (14), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) discutiu medidas de perdão de dívidas para ajudar pessoas endividadas a limparem seus nomes. Entre as propostas apresentadas, Lula mencionou a possibilidade dos governos estaduais perdoarem pequenas dívidas em serviços básicos, como água e luz. Essa sugestão visa aliviar o fardo financeiro dos cidadãos e permitir que eles regularizem sua situação de crédito.

A ideia foi apresentada durante um encontro com representantes do setor varejista, onde o presidente Lula também abordou o programa Desenrola, iniciativa do Ministério da Fazenda que busca auxiliar os brasileiros a quitar suas dívidas. O programa oferece redução de juros e descontos no valor total devido, com o objetivo de beneficiar cerca de 70 milhões de pessoas.

Lançado na semana anterior, o Desenrola é uma das principais medidas econômicas do governo federal. Através dessa iniciativa, os brasileiros terão a oportunidade de regularizar suas finanças de forma mais acessível, reduzindo as taxas de juros e obtendo descontos significativos.

Publicidade

Durante a reunião, o presidente Lula também destacou a importância do empenho dos varejistas para a aprovação da reforma tributária. A proposta, que deve ser enviada ao Congresso nos próximos meses, tem como objetivo promover mudanças no sistema tributário do país, simplificando e tornando-o mais justo para os contribuintes.

Conforme informação da Folha de São Paulo, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) reforçou seu compromisso em auxiliar as pessoas endividadas a recuperarem sua saúde financeira. Durante o encontro com representantes do setor varejista, Lula mencionou a possibilidade de os governos estaduais perdoarem dívidas em serviços básicos, como água e luz. Essa medida visa proporcionar um alívio imediato para os cidadãos em situação de endividamento, permitindo-lhes limpar seus nomes e retomar a estabilidade financeira.

Além disso, o presidente Lula solicitou o apoio dos varejistas na aprovação da reforma tributária, que está prevista para ser enviada ao Congresso nos próximos meses. A reforma tributária é uma medida fundamental para promover a simplificação e a justiça no sistema de impostos do país. Com o apoio dos varejistas e de outros setores da sociedade, espera-se que a reforma seja aprovada e contribua para um ambiente econômico mais equilibrado e favorável para todos os brasileiros.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado