Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Crescimento do IDS: Brasil registra avanços socioeconômicos, mas desigualdade persiste

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O Índice de Desempenho Socioeconômico (IDS) do Brasil teve um crescimento significativo entre 2008-2009 e 2017-2018, de acordo com dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Nesse período, ocorreram avanços em áreas como moradia, saúde, educação e lazer, refletindo uma melhoria na qualidade de vida dos brasileiros. No entanto, apesar desses progressos, a desigualdade social ainda persiste como um desafio a ser enfrentado.

Confira dados:

  • O IDS do Brasil aumentou 12,8% entre 2008-2009 e 2017-2018, com base nas últimas edições da Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF).
  • O indicador passou de 5,452 para 6,147 nesse período.
  • Ao considerar as aquisições não monetárias de serviços, o IDS atinge 6,212, captadas somente na edição de 2017-2018.
  • Houve melhorias na moradia, saúde, educação e lazer, refletindo um avanço na qualidade de vida da população brasileira.
  • No entanto, a desigualdade social ainda é um desafio, com disparidades significativas entre diferentes grupos populacionais.

Embora os dados revelem um aumento no Índice de Desempenho Socioeconômico do Brasil ao longo dos anos, indicando melhorias na qualidade de vida em diversas áreas, é fundamental reconhecer que a desigualdade social ainda é uma realidade presente no país. Essa disparidade entre diferentes grupos populacionais exige um esforço contínuo para promover políticas e iniciativas que visem reduzir as desigualdades e garantir um desenvolvimento socioeconômico mais equitativo para todos os brasileiros. O desafio está em buscar soluções que permitam que os avanços alcançados sejam compartilhados por toda a sociedade, construindo um país mais justo e inclusivo.

Publicidade
conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado