Livraria Cultura obtém liminar no STJ e reverte falência: efeitos e desdobramentos

A Livraria Cultura, uma das principais redes de livrarias do Brasil, conseguiu uma vitória significativa no Superior Tribunal de Justiça (STJ) que anula o decreto de falência que pairava sobre a empresa. O Ministro Raul Araújo deu a decisão que traz um novo respiro para a emblemática livraria.

O advogado da Cultura, Gustavo Bismarchi, anunciou que a medida passará a valer a partir desta sexta-feira (30), cobrindo todas as filiais da empresa em São Paulo e Porto Alegre, inclusive a reabertura das unidades que estavam fechadas.

A liminar deferida pelo ministro Araújo estipula a retomada do plano de recuperação judicial da Livraria Cultura, aprovado anteriormente em assembleia geral de credores.

Curiosamente, a decisão vem na mesma semana em que a unidade da Livraria Cultura no Conjunto Nacional, situada na Avenida Paulista, fechou as portas. O fechamento abrupto aconteceu na manhã de segunda-feira (26), depois da falência da empresa ser anunciada.

No entanto, vale lembrar que essa não é a primeira vez que a empresa consegue uma liminar para barrar a falência. Em fevereiro, a Livraria Cultura já havia evitado a falência através de um recurso semelhante.

A nova reviravolta traz mais uma chance para a Livraria Cultura se reinventar e encontrar soluções para os desafios enfrentados no mercado livreiro. Agora, ficamos na expectativa dos próximos movimentos da empresa no cenário do comércio de livros.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado