Pesquisar
Close this search box.

Pedro Bueno inicia processo de transição na Dasa; Lício Tavares Ângelo Cintra será o novo CEO

Imagem: Amanda Perobelli/Estadão

A Dasa (DASA3) anunciou na última semana o início do processo de transição na direção executiva. Pedro de Godoy Bueno, após mais de oito anos como CEO, assumirá o cargo de vice-presidente do conselho de administração. O plano de sucessão aprovado pelo conselho inclui a nomeação de Lício Tavares Ângelo Cintra, ex-executivo da Hapvida, como o novo CEO, a partir de 1º de fevereiro de 2024, conforme comunicado enviado ao mercado.

Com a nomeação de Cintra, a empresa busca aproveitar sua experiência e liderança estratégica. A transição gradual permitirá uma transferência eficaz de conhecimento, assegurando a continuidade do crescimento e a criação de valor para a empresa.

Fases

O plano de transição é dividido em três fases distintas. Na fase 1, que ocorre de agosto de 2023 a fevereiro de 2024, Bueno permanecerá como CEO, liderando a transição da liderança executiva, enquanto apoia Cintra no conhecimento da empresa e da equipe. Como diretor de operações (COO), Cintra assumirá a responsabilidade pela execução e operação das áreas essenciais do negócio, como hospitais, diagnósticos e setor comercial.

Na fase 2, de fevereiro de 2024 a fevereiro de 2025, Bueno assumirá o papel de vice-presidente executivo do conselho de administração e fará parte do comitê de Pessoas, garantindo a disciplina no direcionamento e implantação da estratégia. Ele também apoiará Cintra em seu papel de CEO.

A partir de fevereiro de 2025, na fase 3, Pedro Bueno atuará exclusivamente como vice-presidente do conselho de administração, deixando sua posição executiva na empresa.

Balanço

Durante sua gestão, Bueno liderou mais de vinte fusões e aquisições nos últimos três anos, com ênfase na integração dos ativos adquiridos. Sob sua liderança, a plataforma de saúde Nav foi criada, alcançando mais de 7 milhões de usuários. Ele também conduziu com sucesso o re-IPO da empresa em 2021 e uma oferta subsequente de ações que movimentou R$ 1,7 bilhão.

Bilionário mais jovem do Brasil

Pedro Bueno, filho do empresário Edson Godoy Bueno, fundador da Amil e um dos controladores da Dasa, assumiu o controle do grupo após o falecimento de seu pai em 2017. Reconhecido como Empreendedor do Ano pela EY em 2020, Bueno é considerado o bilionário mais jovem do Brasil, com uma fortuna estimada em 8,5 bilhões de reais, segundo a Forbes.

A Dasa é uma das principais empresas de saúde do Brasil, atuando nos setores de diagnóstico, hospitais e serviços de saúde. Com essa mudança na liderança, a empresa busca fortalecer sua posição e impulsionar ainda mais seu desempenho no mercado.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado