Plataforma de videoconferência Zoom convoca funcionários para modelo híbrido de trabalho

Escolas de NY pedem o fim do uso do aplicativo zoom em meio a preocupações de segurança
(Foto: Divulgação)

O Zoom, plataforma de videoconferência que ganhou destaque como ícone do trabalho remoto durante a pandemia, está solicitando que seus funcionários retornem ao ambiente de trabalho presencial de forma híbrida, de acordo com informações do New York Times.

Segundo o jornal, a empresa confirmou que está requerendo que seus colaboradores que residem a até 50 milhas (aproximadamente 80 quilômetros) de seus escritórios voltem a trabalhar presencialmente por pelo menos dois dias por semana até o final do próximo mês.

A decisão tomada pelo Zoom encontra ressonância em outras empresas do setor, que também estão buscando convencer seus funcionários a adotar um modelo híbrido de trabalho. Gigantes como Google, Salesforce e Meta têm tomado medidas semelhantes para promover a volta gradual ao ambiente presencial.

A trajetória do Zoom é marcada por um rápido crescimento: de 10 milhões de usuários em 2019, a plataforma saltou para 300 milhões em 2020, tornando-se o aplicativo mais baixado do ano na loja da Apple. A plataforma conquistou tamanha popularidade que até mesmo cunhou o termo “Zoom fatigue” para se referir ao cansaço causado pelo excesso de videoconferências.

No entanto, em meio à retomada gradual das atividades presenciais neste ano, o Zoom não escapou dos desafios que afetaram muitas empresas de tecnologia. A plataforma anunciou a redução de 15% de seu quadro de funcionários, totalizando cerca de 1.300 colaboradores, em resposta às dificuldades enfrentadas.

Embora as ações da empresa tenham atingido um pico de US$ 478 em novembro de 2020, seu valor atual gira em torno de US$ 68, aproximando-se do nível observado antes da pandemia. Esta medida do Zoom reflete uma tendência cada vez mais comum nas empresas de tecnologia, que buscam uma nova normalidade em relação ao trabalho, equilibrando a flexibilidade do modelo remoto com a colaboração presencial.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado