Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Polícia Federal vai investigar apagão elétrico que afetou 25 estados

(Foto: Divulgação)

A Polícia Federal (PF) deu início a um inquérito policial para apurar as razões por trás do apagão ocorrido em 15 de agosto, que deixou 25 estados brasileiros e o Distrito Federal sem fornecimento de energia elétrica.

O inquérito, que está sendo conduzido em caráter sigiloso, visa investigar possíveis crimes de sabotagem e atentado contra a segurança de serviços de utilidade pública, como anunciado pela PF em comunicado oficial.

O ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, já havia informado no dia do apagão que iria solicitar ao Ministério da Justiça e Segurança Pública que a Polícia Federal e a Agência Brasileira de Inteligência (Abin) realizassem uma investigação detalhada sobre as causas da interrupção do fornecimento de energia elétrica.

Publicidade

No entanto, ressaltou que determinar as causas exatas do incidente pode ser desafiador. “Tenho absoluta convicção de que o ONS, até pela sua característica técnica, não vai ter condição de dizer textualmente se esses eventos foram eminentemente técnicos, ou se houve também falha humana ou até dolo”, afirmou o ministro na ocasião.

19 mil megawatts

O apagão teve início às 8h30 do dia 15 de agosto, resultando na queda do fornecimento de aproximadamente 19 mil megawatts, cerca de 27% da carga total de 73 mil MW registrada naquele horário. O problema teve origem no desligamento da linha de transmissão 500 kV Quixadá-Fortaleza II, que pertence à Eletrobras Chesf. O desligamento ocorreu devido a uma “atuação incorreta no sistema de proteção da linha, que operava dentro dos limites”, de acordo com o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS).

O ONS explicou que, cerca de 600 milissegundos após o desligamento, as Proteções de Perda de Sincronismo (PPS) foram acionadas, permitindo “a abertura controlada de linhas que compõem as interligações Norte-Nordeste, Nordeste-Sudeste e Norte-Sul, separando o Sistema Interligado Nacional (SIN) em três áreas elétricas distintas”.

Apesar do impacto inicial, as cargas em todas as regiões afetadas foram restabelecidas em poucos minutos após o ocorrido. Até as 10h, o fornecimento já havia retornado ao normal nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste. O sistema elétrico foi completamente restaurado por volta das 14h49.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado