Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Maioria recusaria contraproposta para ficar no emprego atual

(Foto: Startup Stock Photos/Pexels)

Em um cenário de trabalho cada vez mais dinâmico, uma pesquisa recente feita pela página Sua Vaga no LinkedIn Notícias, revelou a predisposição dos profissionais em relação a contrapropostas em seus empregos atuais. O estudo revela que 47% dos entrevistados não aceitariam uma contraproposta de sua empresa atual, mesmo diante de uma oferta de outro empregador.

Dentre os principais motivos para essa decisão, destaca-se o sentimento de que as empresas deveriam ter valorizado seus colaboradores anteriormente. “Por que esperar uma oferta externa para reconhecer o valor de um funcionário?” – essa parece ser a pergunta não dita, mas claramente sentida por muitos profissionais.

Contudo, nem todos pensam da mesma forma. A pesquisa também aponta que 28% dos participantes estariam dispostos a reconsiderar a oferta externa, mas com uma condição: um aumento salarial significativo. Essa parcela de profissionais vê a contraproposta como uma chance de renegociação e, potencialmente, uma melhora em seus pacotes de remuneração.

Publicidade

Por outro lado, há aqueles que valorizam a estabilidade e o conforto do conhecido. Para 25% dos entrevistados, a familiaridade do ambiente de trabalho atual e a consolidação de relacionamentos profissionais são fatores decisivos para a permanência na empresa, mesmo diante de outras oportunidades.

A pesquisa, que contou com a participação de mais de 9,9 mil leitores, lança luz sobre a complexa decisão de mudança de emprego e as variáveis que a influenciam. Em um mundo profissional em constante evolução, entender essas dinâmicas torna-se cada vez mais crucial para empresas e recrutadores.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado