Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Abelhas sem ferrão: o segredo do mel que custa R$ 1.300 o litro

Produto raro atrai alta gastronomia e chefs renomados

Abelhas sem ferrão: o segredo do mel que custa R$ 1.300 o litro
(Foto: Adonyi Gábor/Pexels).

Enquanto o grama do ouro é cotado a R$ 380, um tipo especial de mel brasileiro alcança mais de R$ 1.300 o litro. Este mel, produzido por abelhas da tribo Meliponini, nativas do Brasil e sem ferrão, destaca-se por sua raridade e ricas propriedades medicinais.

As produtoras exclusivas

Diferentemente das abelhas Apis mellifera, comuns no país, as abelhas Meliponini produzem este mel exclusivo. Essas abelhas ocupam regiões tropicais e subtropicais e não se limitam a uma única espécie. O Brasil abriga cerca de metade das 500 espécies conhecidas mundialmente, com 60 delas ativas na produção de mel.

 

Publicidade

Um mel único

Este mel se distingue por sua composição menos doce e mais líquida, oferecendo uma variedade de sabores, cores e aromas. Tais características variam conforme a espécie da abelha e as flores visitadas. Esse perfil tem conquistado o paladar de brasileiros, especialmente chefs de renome como Alex Atala, que valorizam o produto em pratos sofisticados.

Produção limitada e valor elevado

A produção limitada destas abelhas justifica o alto valor do mel. A Embrapa informa que enquanto uma colmeia de Apis pode ter cerca de 60 mil indivíduos e produzir até 30 kg de mel por ano, as espécies nativas têm colônias menores, com cerca de 3 mil abelhas, produzindo aproximadamente 4 kg de mel anualmente. A abelha jataí, em particular, produz somente entre 300 ml e 500 ml de mel por ano.

O impacto ecológico e social

As abelhas sem ferrão desempenham um papel fundamental na biodiversidade. Elas são responsáveis pela polinização de até 90% das espécies vegetais em alguns biomas brasileiros, como a Mata Atlântica. A meliponicultura não só oferece um produto de alto valor agregado, mas também promove a conservação ambiental e gera renda para pequenos produtores.

Mais que mel

Ao comprar um pote de mel de abelhas sem ferrão, os consumidores contribuem para a preservação da biodiversidade e o sustento dos guardiões das florestas. Cristiano Menezes, pesquisador da Embrapa Meio Ambiente, reforça: “Ao adquirir esse mel, não se compra apenas um produto saudável, mas também se apoia a conservação do meio ambiente e a economia local.”

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado