Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Plano 2024-2027: destaque para metas sociais e ambientais

(Foto: Divulgação)

O governo de Lula (PT) apresentou quarta(30) o Plano Plurianual (PPA) para os anos 2024-2027, destacando metas cruciais para o país. Reduzir o desemprego para menos de 7%, diminuir a extrema pobreza a menos de 3% da população e combater o desmatamento da Amazônia e as emissões de gases de efeito estufa estão entre os principais objetivos.

Vale ressaltar,uma das principais inovações é a criação de Indicadores-Chave Nacionais (KNI), dos quais sete estão relacionados à “visão de futuro”. Esses indicadores têm prazos para cumprimento, semelhantes às metas de inflação e fiscais. Por exemplo, a taxa de extrema pobreza deve ter redução para até 2,72% até 2027, partindo de 6% em 2022.

Além disso, a diferença entre as rendas dos 10% mais ricos e os 40% mais pobres deve cair de 3,6 para 3,16. O PIB per capita deve aumentar de R$ 46.155 para R$ 53.351, e a taxa de desemprego deve cair de 9,25% para 6,63%.

Outros seis indicadores-chave estão relacionados à agenda ambiental. O governo planeja reduzir as emissões de gases de efeito estufa em cerca de 22% e diminuir o desmatamento da Amazônia de 11.594 km² em 2022 para 2.319 km² em 2027.

O PPA foi desenvolvido após um processo de consulta pública em todas as unidades federativas do Brasil, conhecido como PPA Participativo. Com a participação de 34 mil pessoas em reuniões e mais de 1,5 milhão de votos, 76,5% das propostas entraram no plano.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado