Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Shein adere a programa de isenção de compras do Governo

Imagem: Divulgação/Shein

A gigante do comércio eletrônico, Shein, está pronta para aderir ao programa Remessa Conforme, segundo anunciou a Receita Federal nesta quinta-feira,14. A medida isentará as compras de até US$ 50 em sites internacionais da alíquota de importação, proporcionando aos consumidores brasileiros uma economia significativa.

A certificação da Shein pela Receita Federal permitirá que as remessas sejam liberadas antes mesmo de chegarem ao Brasil, agilizando o processo de entrega. No entanto, é importante observar que, apesar da isenção federal, a empresa ainda enfrentará tributos estaduais na forma de Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) de 17%. Essas condições aplicam-se exclusivamente a remessas destinadas a pessoas físicas.

Para aqueles que desejam fazer compras acima do limite de US$ 50, haverá uma alíquota federal de 60% sobre o valor total, juntamente com o imposto estadual. Além disso, a adesão da Shein ao programa Remessa Conforme não tem prazo de validade especificado, o que representa uma excelente notícia para os consumidores.

Publicidade

A Shein, é conhecida por seu foco no fast-fashion, um modelo de produção em larga escala de produtos de moda. Em abril deste ano, a empresa anunciou um investimento significativo de cerca de R$ 750 milhões no setor têxtil brasileiro, com a promessa de gerar até 100 mil empregos indiretos no país.

Com a adesão ao programa, a Shein está posicionada para expandir sua presença no mercado brasileiro, tornando as compras internacionais mais acessíveis e ágeis.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado