Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Serpro busca fortalecer papel na gestão de dados

Foto: divulgação

O Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro), em sua missão de otimizar a gestão de dados governamentais, reafirma seu compromisso com políticas públicas e avança em novos projetos. Sob a liderança do diretor-presidente Alexandre Gonçalves de Amorim, nomeado em fevereiro, a estatal reitera a importância de fornecer informações cruciais para embasar as decisões do governo federal.

Ao destacar a necessidade de manter o Serpro como uma empresa estatal, Amorim enfatiza em entrevista ao Valor Econômico o papel vital que a instituição desempenha na disponibilização de dados e informações essenciais para a formulação e execução de políticas públicas. Isso se traduz em iniciativas prioritárias, como a implementação da Nota Fiscal eletrônica do Ouro, o projeto Remessa Conforme e as adaptações na legislação de apostas eletrônicas, alinhadas às demandas do Ministério da Fazenda.

A empresa também concentra esforços na centralização de todos os dados do governo em uma única nuvem do Serpro, garantindo uma gestão mais eficiente e segura dessas informações. Investimentos significativos, da ordem de R$ 340 milhões, estão sendo direcionados para a modernização de equipamentos e o treinamento de profissionais, assegurando um ambiente tecnológico sólido e sem riscos operacionais.

Publicidade

No ano anterior, o Serpro registrou um faturamento de R$ 3,8 bilhões, revertendo R$ 740 milhões em dividendos para o governo federal. A maior parte desses recursos provém de contratos com órgãos como a Secretaria do Tesouro, Receita Federal e Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN). Além disso, a empresa busca expandir sua carteira de clientes, estabelecendo contratos com estados e municípios, incluindo cidades como Rio de Janeiro e Florianópolis.

Amorim destaca que, apesar dos resultados financeiros positivos, a prioridade do Serpro não é o pagamento de dividendos, mas sim investir, produzir e entregar mais ao Estado, a um custo menor. Um exemplo prático é a renovação do contrato com a Receita, onde a empresa incorporará serviços adicionais sem aumento de custos, demonstrando seu compromisso com a eficiência e a eficácia na gestão de dados.

Fundado em 1965, o Serpro desempenha um papel fundamental na gestão de informações do governo federal, abrangendo desde dados fiscais até informações de comércio exterior e trânsito. Com cerca de 100 bilhões de transações anuais, a estatal mantém sua relevância na era da informação, respaldando a tomada de decisões governamentais.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado