Pesquisar
Close this search box.
conteúdo patrocinado

Paraná tem crescimento de 12,1% em serviços e 11,3% em turismo nos primeiros sete meses

Foto: José Fernando Ogura/Arquivo AEN

Nos últimos sete meses, o Paraná registrou um crescimento elevado no setor de serviços, com uma expansão notável de 12,1%, conforme relatado pela Pesquisa Mensal de Serviços (PMS) do IBGE na quinta-feira (14/09). Este índice não apenas demonstra um desempenho proeminente na região Sul, mas também situa o estado como o terceiro maior crescimento nacional, superado apenas por Mato Grosso e Paraíba. Além disso, o setor turístico no estado tem demonstrado uma trajetória ascendente notável.

Detalhamento dos Avanços por Setor

A evolução não é uniforme entre os diversos segmentos que compõem o setor de serviços. Algumas áreas, como os serviços profissionais e administrativos, que englobam publicidade, engenharia e arquitetura, bem como agências de viagens, viram um crescimento expressivo de 18,2%. Outros setores, incluindo transporte e serviços de informação e comunicação, também apresentaram avanços significativos, contribuindo para um crescimento global robusto no estado do Paraná.

conteúdo patrocinado

Turismo em Ascensão no Paraná

O turismo no Paraná está em uma fase de crescimento vigoroso, com um aumento acumulado de 11,3% neste ano, marcando o melhor desempenho na região Sul. Um destaque particular é o Parque Nacional do Iguaçu, que registrou uma visitação quase igual ao seu melhor ano histórico, 2019. Este crescimento é um sinal positivo para o setor, indicando uma recuperação contínua da indústria turística no estado.

Iniciativas de Estímulo ao Setor Turístico

Para fomentar ainda mais o crescimento no setor de turismo, iniciativas como a Caravana de Crédito Fomento Turismo estão sendo implementadas. Esta iniciativa, que percorre diversas cidades, visa estimular mais investimentos no setor, promovendo um desenvolvimento sustentável e contínuo do turismo no Paraná.

Perspectiva Nacional e Recuperação Pós-Pandemia

A nível nacional, o setor de serviços demonstrou uma recuperação sólida, superando os níveis pré-pandêmicos de fevereiro de 2020. No entanto, ainda está um pouco abaixo do pico histórico alcançado em dezembro do ano passado. Este cenário indica uma trajetória de recuperação estável e promissora para o setor de serviços no Brasil.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado