Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Semana de 4 dias no Brasil: Projeto-Piloto começa em novembro

A iniciativa da semana de quatro dias está prestes a se tornar uma realidade no Brasil, dando início à fase de testes em novembro. Já neste mês, os preparativos estão a todo vapor, delineando um futuro promissor para o mercado de trabalho brasileiro. 

Com a coordenação da Reconnect Happiness at Work, em colaboração com a 4 Day Week Global e o Boston College, este projeto visionário selecionou 20 empresas para participar de um programa que se estenderá até 2024. 

Este novo modelo propõe uma jornada de trabalho reduzida para 32 horas semanais, mantendo 100% do salário e visando alcançar 100% de produtividade com apenas 80% do tempo tradicional de trabalho. As empresas podem adaptar-se a esta mudança de três maneiras distintas: excluindo a segunda-feira ou a sexta-feira da semana útil, ou ainda reduzindo a carga horária de cada dia.

Publicidade

O cronograma do projeto já está em andamento, com eventos e prazos importantes marcados desde junho de 2023. Entre as etapas, destacam-se:

– Junho e Julho de 2023: Realização de sessões informativas sobre o programa piloto.

– Agosto de 2023: Prazo final para inscrições na primeira fase do projeto.

– Agosto a Outubro de 2023: Período dedicado à preparação, treinamento e integração com a equipe de suporte.

– Novembro de 2023: Definição de métricas de linha de base para o aspecto de pesquisa do projeto, inaugurando oficialmente a fase de testes.

– Novembro de 2023 a Abril de 2024: Implementação e avaliação do período de teste de seis meses.

Segundo informações da 4DayWeek, a transição para a semana de trabalho de quatro dias está sendo meticulosamente planejada, englobando diversas fases para assegurar uma mudança suave e bem-sucedida.

“Nossa abordagem começa com um planejamento de três meses, durante os quais orientamos as empresas por meio de mudanças em sua comunicação, estrutura da semana de trabalho, gestão do tempo e acompanhamento de métricas”, diz a organização.

 

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado