Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Comitê de Política Monetária (Copom): origem, funções e estrutura atual

Imagem: Internet

O Comitê de Política Monetária (Copom) foi instituido em 20 de junho de 1996, seguindo modelos internacionais como o Federal Open Market Committee (FOMC) dos EUA e o Zentralbankrat da Alemanha. Seu objetivo primordial era estabelecer diretrizes para a política monetária e definir a taxa básica de juros do país. Desde então, o regulamento do Copom passou por diversas mudanças, refletindo adaptações na política monetária brasileira. Em 1999, com a adoção da “metas para a inflação”, o Copom ganhou ainda mais relevância, sendo responsável por assegurar o cumprimento dessas metas estabelecidas pelo Conselho Monetário Nacional.

Objetivos e Funções

O principal papel do Copom é implementar a política monetária, definir a meta da taxa Selic e analisar o Relatório de Inflação. A taxa Selic, determinada nas reuniões do Copom, serve como referência para os juros no país. Além disso, o Copom pode estabelecer a tendência dessa taxa, permitindo ao presidente do Banco Central ajustá-la conforme necessário.

Composição

O Copom é composto pelo Presidente do Banco Central, que também preside o Comitê, e pelos membros da Diretoria Colegiada do Banco. Entre os diretores, encontram-se os responsáveis por áreas como Administração, Política Econômica, Assuntos Internacionais, Fiscalização, entre outros. Adicionalmente, chefes de diversos departamentos do BC, como Operações Bancárias, Estudos e Pesquisas, e Assuntos Internacionais, também participam das reuniões. A estrutura ainda conta com consultores, secretário-executivo da diretoria e assessor de imprensa.

Publicidade
conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado