Coaf e Febraban firmam acordo contra lavagem de dinheiro

(Foto: Pixabay/Pexels)

Nesta terça-feira (28/11), o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) e a Federação Brasileira de Bancos (Febraban) assinaram um Acordo de Cooperação Técnica (ACT). Este pacto visa fortalecer as medidas nacionais contra a lavagem de dinheiro, o financiamento ao terrorismo, e a proliferação de armas de destruição em massa. Este importante passo, assinado em Brasília, é um marco no combate a atividades financeiras ilícitas no Brasil.

O acordo foi formalizado pelos líderes das duas instituições: Ricardo Liáo, presidente do Coaf, Isaac Sidney, presidente da Febraban, e Rubens Sardenberg, diretor executivo de Economia, Regulação Prudencial e Riscos da Febraban. Além deles, participaram técnicos do Coaf e representantes dos principais bancos brasileiros, incluindo Banco do Brasil, Bradesco, Caixa Econômica Federal, Itaú-Unibanco, Safra e Santander.

Esta colaboração representa um avanço significativo na luta contra crimes financeiros. Pela primeira vez, Coaf e Febraban formalizam um acordo oficial, estabelecendo uma base sólida para o compartilhamento de conhecimentos e tecnologias. Este intercâmbio incluirá metodologias avançadas e capacitação de pessoal, sempre com a devida proteção ao sigilo das informações.

O acordo abrange ainda a colaboração mútua no desenvolvimento de projetos em áreas especializadas, como big data, data mining, analytics e visualização de dados.

Bancos associados à Febraban terão a oportunidade de aderir a este acordo, assinando um termo específico. Esta adesão ampliará a abrangência do pacto e potencializará o aperfeiçoamento do sistema brasileiro de prevenção à lavagem de dinheiro e ao financiamento do terrorismo (PLD/FTP).

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado