Pesquisar
Close this search box.

Brasil lidera economias emergentes no setor de biocombustíveis

Combustível
Foto: Erik Mclean - Pexels

Economias emergentes, com o Brasil à frente, estão liderando o mercado de biocombustíveis, de acordo com um relatório recente da Agência Internacional de Energia (IEA). Além disso, a AIE prevê que nos próximos cinco anos, as economias emergentes impulsionarão 70% do crescimento global da demanda por biocombustíveis. Especificamente, o Brasil, sozinho, será responsável por 40% dessa expansão.

A agência atribui esse crescimento ao apoio de políticas robustas de biocombustíveis, aumento da demanda por combustíveis de transporte e abundante disponibilidade de matéria-prima. O setor rodoviário lidera o uso de combustíveis renováveis, representando 90% do consumo total.

No cenário nacional, o governo brasileiro demonstra um compromisso com a transição energética através do projeto de lei “Combustível do Futuro”, enviado ao Congresso Nacional em setembro de 2023. O programa busca a descarbonização da matriz energética e a redução das emissões de gases do efeito estufa.

Algumas das medidas incluem elevar o limite legal da mistura de etanol à gasolina de 27,5% para 30% e reduzir obrigatoriamente as emissões de dióxido de carbono na aviação em 10% entre 2027 e 2037, com o uso progressivo do combustível sustentável de aviação (SAF). O projeto está em tramitação na Câmara dos Deputados e representa um esforço significativo para promover fontes de energia mais limpas e sustentáveis no Brasil.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado