Japão se torna o 5º país do mundo a pousar na Lua; confira

japão pousa na lua
(Foto: Divulgação/JAXA).

Marcando um avanço histórico na corrida espacial, o Japão celebra, nesta sexta-feira (19), o pouso bem-sucedido da sonda SLIM na Lua, tornando-se o 5° país a conquistar esse feito. A Agência Espacial Japonesa (JAXA), responsável pela missão, confirmou o sucesso do pouso, apesar de desafios técnicos ocorridos. Este evento simboliza uma conquista importante na jornada espacial japonesa e abre um novo capítulo na exploração lunar.

Até então, apenas quatro outras nações – Estados Unidos, União Soviética, China e Índia – haviam realizado um pouso bem-sucedido na Lua. Hitoshi Kuninaka, um dos diretores da JAXA, mostrou-se otimista, destacando o sucesso do pouso suave indicado pela telemetria recebida.

Desafios técnicos no pouso

A missão, embora bem-sucedida, não foi livre de obstáculos. Visto que, a sonda encontrou problemas logo após pousar. Isso ocorreu porque problemas com os painéis solares forçaram a sonda a depender unicamente de suas baterias, com uma autonomia limitada de algumas horas.

SLIM: a missão e a expectativa

O módulo de pouso SLIM, caracterizado por sua tecnologia avançada, tinha um objetivo ambicioso: realizar o pouso mais preciso já feito na Lua. A sonda foi projetada para pousar na cratera Shioli, localizada perto do equador lunar, numa área com apenas 100 metros de diâmetro. Este nível de precisão, se alcançado, abriria novos caminhos para futuras missões lunares, permitindo pousos em locais estratégicos e de interesse científico.

O design compacto e a tecnologia de ponta do SLIM permitiram essa tentativa de pouso de alta precisão. Durante a descida, o módulo utilizou seus “olhos inteligentes”, um sistema avançado que combina algoritmos, imagens e mapas pré-carregados para navegar com precisão sobre a superfície lunar. Essa tecnologia é crucial para o sucesso da missão, especialmente considerando o terreno acidentado e repleto de obstáculos do local de pouso.

De modo geral, este evento, ocorrido às 12h20 no horário de Brasília, é um marco na contínua ambição do Japão de se destacar no setor espacial. Após uma tentativa anterior frustrada por parte da empresa japonesa ispace de pousar uma sonda na Lua, o sucesso do SLIM simboliza a determinação e o avanço tecnológico do país. A missão reforça a importância da precisão e da inovação na exploração espacial, pavimentando o caminho para futuras missões mais ousadas e cientificamente ricas.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado