Empresa é condenada por demitir funcionária que recusou se aposentar

Empresa é condenada por demitir funcionária que recusou se aposentar
(Foto: Karolina Grabowska/Pexels).

A empresa J&M Industries, situada na Louisiana, Estados Unidos, teve que pagar uma quantia de US$ 105 mil (aproximadamente R$ 520 mil), a uma ex-funcionária de 65 anos após condenação ocasionada pela demissão da funcionária. A Comissão de Igualdade de Oportunidades de Emprego dos EUA (EEOC) destacou o caso ao acusar a empresa de discriminação por idade, devido à demissão da funcionária sob circunstâncias questionáveis relacionadas à sua recusa em se aposentar.

A situação ganhou atenção quando se descobriu que superiores na empresa haviam repetidamente questionado a funcionária sobre seus planos de aposentadoria conforme ela se aproximava da idade comum para sair do mercado de trabalho. Essas indagações levaram à informação de que eliminariam seu cargo por causa de supostas incertezas econômicas. No entanto, a empresa logo contratou um homem mais jovem para um papel semelhante, o que reforçou as suspeitas de demissão motivada por idade.

Em defesa, a J&M Industries sustentou que a necessidade de operações que requeriam habilidades diferentes motivou a substituição, e não a idade da funcionária. A empresa também classificou as discussões sobre aposentadoria como conversas pontuais, possivelmente relacionadas ao planejamento de sucessão.

Para resolver a disputa legal, a J&M concordou em compensar a ex-empregada com o valor mencionado. Além disso, a empresa se comprometeu a implementar mudanças nas práticas de gestão de pessoal. Essas mudanças incluem a realização de treinamentos específicos para seus funcionários e a revisão de políticas internas. O objetivo é prevenir futuras ocorrências de discriminação por idade, sublinhando a importância de seguir rigorosamente as leis que protegem os trabalhadores contra discriminações injustas. Assim, assegura-se que todos tenham a oportunidade de trabalhar em um ambiente livre de preconceitos, independentemente da sua idade.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado