Pesquisar
Close this search box.
conteúdo patrocinado

Rodrigo Mello comemora recordes de energia solar no Brasil

(Foto: Empresário Rodrigo Mello, CEO Grupo Kroma/Divulgação)

Em 2024, a energia solar no Brasil alcançou um marco importante, ultrapassando 39 gigawatts (GW) de potência instalada. Esse marco é um compromisso do país com a sustentabilidade e a inovação tecnológica. Este crescimento representa não apenas uma conquista para o setor de energia renovável, mas também para a economia nacional, gerando mais de R$ 189,3 bilhões em novos investimentos desde 2012.

A Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar) destaca esse avanço como um reflexo do potencial imenso da potência solar brasileira. Com 17% da matriz elétrica do país proveniente do sol, a energia fotovoltaica se estabelece como uma fonte crucial para atender à demanda energética de maneira limpa e renovável.

Ademais, o setor solar tem sido um vetor de benefícios econômicos e sociais, trazendo mais de R$ 51,6 bilhões em arrecadação para os cofres públicos e criando aproximadamente 1,1 milhão de empregos. O aspecto ambiental também é notável, com a prevenção da emissão de 47,7 milhões de toneladas de CO2, mostrando a importância do investimento em solar para a proteção do clima global.

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado

Crescimento exponencial no setor

A geração distribuída, tem visto um crescimento exponencial, com 26,8 GW de potência instalada, refletindo cerca de R$ 134,9 bilhões em investimentos. Essa modalidade de geração de energia permite que residências, empresas e instituições públicas reduzam seus custos com eletricidade, ao mesmo tempo que contribuem para a sustentabilidade ambiental.

Estamos entusiasmados com o avanço da energia solar no Brasil. Este crescimento não só demonstra o potencial do nosso país em liderar a transição energética global, mas também abre novas oportunidades de negócios e empregos, reforçando nosso compromisso com um futuro sustentável para todos.” destacou Rodrigo Mello, CEO da Kroma Energia, empresa de energia que está há 16 anos no mercado.

O setor de geração centralizada também apresenta números robustos, com 12,2 GW de potência instalada em usinas de grande porte. Essas instalações são fundamentais para o suprimento de energia limpa em larga escala, fortalecendo a matriz energética nacional.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado