Pesquisar
Close this search box.

Menopausa: empresas nos EUA adequam trabalho para mulheres

Menopausa: empresas nos EUA adequam trabalho para mulheres
(Foto: LinkedIn Sales Solutions/Unsplash).

Empresas norte-americanas estão iniciando uma transformação importante ao lidar com a menopausa, uma fase natural da vida feminina que até recentemente era considerada um tabu no ambiente de trabalho. Este movimento reflete uma consciência crescente sobre a importância de abordar abertamente a saúde da mulher no trabalho.

Um estudo abrangente entre empresas que 15% das organizações nos Estados Unidos oferecem, ou planejam oferecer, benefícios relacionados à menopausa até 2024. Isso indica um aumento considerável em comparação aos 4% do ano anterior. Entre as empresas que lideram essa mudança estão a Microsoft, Palantir Technologies e Abercrombie & Fitch, que já disponibilizam serviços específicos, incluindo acesso a especialistas e materiais educativos sobre o tema.

Outro exemplo dessa tendência é a empresa Blue Cross Blue Shield of Massachusetts, uma seguradora de saúde, em que o quadro de funcionários é majoritariamente feminino, representando mais de 70%, com uma idade média de 45 anos. Aliado ao atendimento de cerca de 2,9 milhões de clientes por todo o território americano, a expansão dos benefícios voltados para a menopausa se destaca como um segmento importante de mercado, conforme destacou a CEO Sarah Iselin durante um webinar em julho, evento que contou com a participação de mais de 400 funcionários. Na ocasião, Iselin relatou suas experiências pessoais enfrentando sintomas típicos da menopausa, como ondas de calor e lapsos de memória.

Ela enfatizou a necessidade de desmistificar a menopausa no ambiente de trabalho, um tema ainda considerado tabu. “Nosso objetivo é promover uma mudança a partir de nossa própria experiência”, afirmou.

Impacto na carreira das mulheres

A ligação entre os sintomas da menopausa e o impacto na carreira das mulheres está cada vez mais evidente. Uma pesquisa da Korn Ferry aponta que uma em cada cinco executivas seniores relatou efeitos negativos dos sintomas da menopausa em suas oportunidades de emprego, enquanto 31% afirmaram que seus bônus foram impactados. Estes dados ressaltam a necessidade de uma maior compreensão e apoio no local de trabalho.

Avanços para as mulheres

Nos últimos dez anos, as empresas começaram a reconhecer e atender às necessidades de saúde das mulheres, disponibilizando produtos menstruais e criando espaços para lactação. Este progresso fornece um precedente positivo para a normalização da menopausa como parte da política de saúde no trabalho.

A Menopause Society, uma entidade sem fins lucrativos responsável pela publicação de um periódico médico dedicado ao tema, planeja publicar um conjunto de recomendações focadas na menopausa no ambiente de trabalho. Estas diretrizes visam educar tanto as empresas quanto os funcionários sobre como abordar esse tema sensível, sugerindo medidas práticas como ajustes individuais no ar-condicionado e pausas mais frequentes.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado