Pesquisar
Close this search box.

Brasil desperdiça 42% de abastecimento alimentar, diz pesquisa

Brasil desperdiça alimentos
(Foto: Divulgação/Instituto Cidade Amiga)

Uma pesquisa realizada pela Food Law and Policy Clinic e a The Global FoodBanking Network revela uma situação alarmante: o Brasil desperdiça 42% de seu abastecimento alimentar, contribuindo significativamente para as emissões de gases de efeito estufa.

Diante desse cenário, a pesquisa aponta soluções práticas, enfatizando a importância de políticas locais e nacionais que promovam a doação de alimentos excedentes. Esta estratégia não só aborda a redução do desperdício de comida mas também ataca a raiz da insegurança alimentar no país. O programa Sesc Mesa Brasil, destacado pela pesquisa, ilustra uma iniciativa bem-sucedida, transformando excedentes alimentares em refeições para quem mais precisa.

Além disso, a conscientização sobre as leis que protegem os doadores de alimentos de responsabilidades civis é importante. A promoção da doação de alimentos estimula empresas e pessoas a contribuir para esta causa nobre sem receios legais. Assim, o combate ao desperdício alimentar se torna um esforço coletivo, envolvendo desde grandes corporações até o cidadão comum.

Soluções para amenizar o desperdício

Adotar estratégias contra a perda alimentar passa também pela revisão de práticas cotidianas, como o entendimento dos rótulos de alimentos, que frequentemente levam ao descarte desnecessário de produtos ainda aptos para o consumo. Incentivos fiscais e apoio à infraestrutura para doação de alimentos são recomendados para fortalecer a rede de solidariedade alimentar.

Reconhecer que o combate ao desperdício alimentar não é apenas uma questão de generosidade, mas uma ação estratégica para a sustentabilidade ambiental e o bem-estar social. O Brasil, com sua rica biodiversidade e capacidade produtiva, tem o potencial de liderar pelo exemplo, reduzindo o impacto ambiental e garantindo que nenhum brasileiro fique sem alimento.

Apesar do Brasil desperdiçar muitos alimentos, incentivos como a do Sesc Mesa Brasil e as políticas sugeridas no Atlas Global de Políticas de Doação de Alimentos apontam para um futuro onde as iniciativas de sustentabilidade alimentar são uma norma, e não uma exceção.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado