Pesquisar
Close this search box.

Yellen no Brasil: G20 e parcerias ecológicas; saiba mais!

EUA e Brasil unem forças em sustentabilidade. (Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil)
EUA e Brasil unem forças em sustentabilidade. (Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil)

Janet Yellen, a secretária do Tesouro dos Estados Unidos, chegou ao Brasil para participar das reuniões de ministros de Finanças e presidentes dos bancos centrais do G20, programadas para acontecer esta semana em São Paulo. A visita sinaliza um momento importante para discussões econômicas globais e aprofundamento das relações entre Brasil e Estados Unidos, especialmente em questões ambientais e de sustentabilidade.

Parceria estratégica em sustentabilidade

Durante sua estadia, Yellen destacou a oportunidade significativa para o Brasil se integrar ainda mais nas cadeias de valor globais, enfatizando que os Estados Unidos serão parceiros sólidos nesse processo. Ela apontou a transição para a neutralidade de carbono como um campo em que o Brasil tem vantagens consideráveis, graças à sua grade energética baseada em fontes renováveis.

Coletiva de imprensa e debate na Amcham

Em uma coletiva de imprensa promovida pelo Consulado Americano nesta terça-feira (27), seguida de uma participação em uma mesa de debate na Câmara Americana de Comércio para o Brasil (Amcham), Yellen teve a oportunidade de discutir tópicos relevantes ao lado da ministra do Meio Ambiente e Mudança do Clima, Marina Silva.

Esforços do governo brasileiro

Marina Silva abordou os esforços concentrados do governo brasileiro no Plano de Transformação Ecológica e outras iniciativas de sustentabilidade, como a redução do desmatamento e a promoção de uma bioeconomia. A ministra também ressaltou a importância da COP 30, que será realizada no Brasil em 2026, como uma oportunidade de mobilizar recursos nacionais e internacionais para projetos de transição sustentável.

Finanças climáticas e apoio à Amazônia

Yellen mencionou que os Estados Unidos continuarão a defender e apoiar a Amazônia, desenvolvendo práticas recomendadas para instituições financeiras que visam a neutralidade de emissões através de créditos de carbono. Essas iniciativas refletem o compromisso dos EUA com a sustentabilidade ambiental e a cooperação internacional na área de finanças climáticas.

Chamado à ação global

A ministra Silva enfatizou a necessidade de países mais capazes de auxiliar aqueles com menos recursos no combate às mudanças climáticas, destacando a responsabilidade compartilhada na promoção de um futuro mais sustentável para todos.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado