Pesquisar
Close this search box.

Vladimir Putin: veja a reação dos países a vitória do líder russo

Vlademir Putin
(Foto: @russian_kremlin/Instagram)

A reeleição de Vladimir Putin gerou um cisma na recepção global, com governos ocidentais alinhando-se para denunciar o processo como injusto e antidemocrático, enquanto a China e a Coreia do Norte expressaram felicitações ao líder russo. Essa divisão de reações mostra as crescentes tensões geopolíticas pela invasão russa na Ucrânia, aprofundando a crise nas relações com o Ocidente ao nível mais sério desde o término da Guerra Fria.

Posicionamento do Ocidente

A França destacou a repressão contínua contra a sociedade civil e a oposição ao regime russo de Vladimir Putin, citando restrições severas à liberdade de expressão e a proibição de mídias independentes como barreiras a uma eleição livre e democrática. O Reino Unido também expressou esse sentimento, com o ministro britânico das Relações Exteriores David Cameron criticando a profundidade da repressão na Rússia e a manipulação dos resultados eleitorais por Putin. Da mesma forma, a Alemanha expressou desaprovação, com o chanceler Olaf Scholz recusando-se a parabenizar Putin, denunciando o resultado como predeterminado.

Além das críticas ao processo eleitoral, França, Reino Unido e outros países condenaram a Rússia por realizar eleições em regiões ocupadas da Ucrânia, violando a lei internacional e a Carta das Nações Unidas. Essa ação foi vista como um agravante da ilegitimidade da eleição por muitos observadores internacionais.

Na Casa Branca, o presidente Joe Biden ainda não comentou sobre a reeleição do líder russo. O ministro da Defesa do Reino Unido, Grant Schapps, disse na plataforma de mídia social X: “Putin roubou outra eleição, mas não roubará a Ucrânia“.

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelenskiy declarou que “Está claro para todos no mundo que essa figura (Putin)… está simplesmente doente pelo poder e está fazendo de tudo para governar para sempre”.

Posicionamento dos Aliados

Contrastando com a condenação ocidental, a China e a Coreia do Norte expressaram apoio a Vladimir Putin. O presidente chinês, Xi Jinping, e o líder norte-coreano, Kim Jong Un, enviaram mensagens de parabéns, reforçando laços e parcerias com a Rússia. Xi enfatizou a comunicação próxima para promover a parceria “sem limites” entre a China e a Rússia, de acordo com a agência de notícias Xinhua News. Kim Jong parabenizou Putin por sua vitória através de uma carta, informou a agência de notícias estatal KCNA.

Carta das Nações Unidas

A Carta da ONU tem como objetivos principais o respeito aos direitos e liberdades fundamentais do indivíduo, a manutenção da paz e segurança internacional e promoção do desenvolvimento social, com melhorias nas condições de vida dos indivíduos.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado