Pesquisar
Close this search box.

Zona de Processamento e Exportação do Ceará inova com startups e data center

ZPE Ceará. (Foto: Reprodução/Ciro Saboya Ferreira Gomes)
ZPE Ceará. (Foto: Reprodução/Ciro Saboya Ferreira Gomes)

Desde março, com a posse de Hélio Leitão, a ZPE Ceará, a primeira Zona de Processamento de Exportação do Brasil, apresenta uma série de inovações. A gestão atual foca no desenvolvimento tecnológico e na melhoria da infraestrutura de conectividade.

Área exclusiva para startups

Um dos projetos emblemáticos da nova administração é a criação de uma área dedicada exclusivamente a startups no setor 3 do complexo. Este movimento visa transformar a ZPE Ceará em um polo tecnológico relevante. Hélio Leitão destacou a importância de atrair empresas inovadoras para fomentar soluções tecnológicas avançadas. Um evento em São Paulo será o palco para apresentar as vantagens de instalação nesse novo segmento da ZPE.

Implementação de data center no ZPE Ceará

A infraestrutura tecnológica também será reforçada com a construção de um data center no setor 2, destinado ao armazenamento de dados e segurança da informação para grandes empresas internacionais. A instalação é planejada para ser energeticamente eficiente, com a possibilidade de uso de energia renovável, refletindo a capacidade do Ceará de fornecer até 700mW de energia por ano.

Conectividade 5G para o Complexo do Pecém

Outra prioridade da gestão de Leitão é melhorar a conectividade dentro do Complexo do Pecém. Atualmente, a área enfrenta desafios com a qualidade da conexão à internet, crucial para o funcionamento de equipamentos modernos. Uma reunião com a Anatel já resultou em um compromisso de implementar cobertura 5G em toda a região, prometendo uma revolução na maneira como as empresas operam dentro do complexo.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado