Pesquisar
Close this search box.
conteúdo patrocinado

Adeus ao X? Entenda novo capítulo do confronto Musk x Alexandre de Moraes

Possível saída do X do Brasil. (Foto: Chesnot/Getty Images)
Possível saída do X do Brasil. (Foto: Chesnot/Getty Images)

A tensão entre Elon Musk, proprietário da rede social X (anteriormente conhecida como Twitter), e a Justiça brasileira, representada pelo ministro Alexandre de Moraes do STF, levanta a possibilidade de que a empresa feche seus escritórios no Brasil. Musk expressou a preocupação acerca da saída do X do Brasil via post na plataforma, mencionando a possível perda de receita como consequência dessa ação.

Contexto da controvérsia

Desde a aquisição do Twitter por Musk em abril de 2022, por US$ 44 bilhões, e a subsequente renomeação para X, a empresa enfrentou uma desvalorização significativa. Além disso, observou-se uma tendência de declínio no número de usuários globalmente, um movimento contrário ao desejável para a rede social.

Saída do X do Brasil: importância do mercado brasileiro

Apesar das adversidades, o Brasil se destaca como um mercado estratégico crucial para qualquer plataforma de mídia social, devido ao alto engajamento de seus usuários. O brasileiro, com uma das maiores médias de tempo gasto na internet globalmente, faz do país um alvo valioso para empresas do setor. Dados do início de 2024 revelam que o Brasil possui 144 milhões de usuários de mídias sociais, representando 66,3% de sua população.

conteúdo patrocinado

Relevância numérica do Brasil para o X

Especificamente para o X, o Brasil ocupa a sexta posição entre os países com maior número de usuários, evidenciando sua importância para a plataforma. Em janeiro de 2024, o país contava com mais de 22 milhões de usuários ativos na rede social, apesar de uma leve queda em relação ao ano anterior.

Consequências da saída

João Victor Archegas, especialista em direito e tecnologia, ressalta que a saída do X do Brasil implicaria perdas tanto em termos de mercado quanto de receita para a empresa. O alto nível de atividade dos usuários brasileiros na internet, combinado com sua predisposição a interagir com conteúdo de mídia social, sublinha o risco estratégico que tal decisão representaria.

Cenário político em Brasília

A controvérsia entre Musk e o sistema jurídico brasileiro e a possível saída do X do Brasil ocorre em um momento delicado, com líderes partidários na Câmara dos Deputados priorizando outros temas urgentes. A regulação das redes sociais, apesar da pressão do deputado Orlando Silva (PCdoB-SP), não está no topo da agenda legislativa, que se concentra em questões econômicas e em casos criminais de alto perfil, como o do mandante do assassinato da vereadora Marielle Franco.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado